Luis Suárez pode não atrair muitos simpatizantes por sua personalidade, mas a importância do atacante para o Liverpool é inegável. O uruguaio batalhou os 90 minutos e foi o nome da partida contra o Newcastle em Anfield, neste domingo. Os Reds começaram perdendo e alcançaram a igualdade por 1 a 1 graças a Suárez, vice-artilheiro da Premier League com sete gols. O empate deixa a equipe de Brendan Rodgers na 12ª posição, duas atrás dos Magpies.

Antes da partida, Steven Gerrard foi homenageado por seu jogo de número 600 pelo clube. E, quando a bola começou a rolar, o controle esteve sob os pés do Liverpool. Os Reds se movimentavam bastante no campo ofensivo e davam trabalho à marcação dos Magpies. Luis Suárez era quem mais representava perigo, assustando os visitantes em duas oportunidades. Primeiro, o uruguaio tirou tinta da trave em cobrança de falta. Logo na sequência, o artilheiro saiu na cara de Tim Krul e o goleiro desviou o chute com as pernas.

O Newcastle foi se soltando com o decorrer da primeira etapa, primeiro levando perigo em chutes de longa distância. Já aos 43 minutos, os Magpies tiveram sua primeira oportunidade dentro da área e não desperdiçaram. Bem na partida, Hatem Ben Arfa fez grande jogada pela ponta direita e cruzou. Yohan Cabaye dominou e, sem deixar a bola cair, emendou um petardo, sem tempo de reação para o goleiro Brad Jones.

A desvantagem no placar incendiou o Liverpool para o segundo tempo. Arriscando mais a gol, os Reds passaram a dar trabalho para Tim Krul. E o empate finalmente saiu aos 17 minutos, com Luis Suárez. Jonas Gutiérrez errou na saída de bola e José Enrique deu lançamento primoroso para o atacante. Suárez matou no peito, driblou Krul e tocou para o gol vazio.

Na sequência da partida, o Liverpool era mais objetivo no ataque, mas os companheiros tinham dificuldades para ajudar Suárez na busca pela virada. Jonjo Shelvey e Raheem Sterling tiveram chances claras e não aproveitaram. Aos 38, os Reds ainda ficaram com um jogador a menos, depois que Fabricio Coloccini agrediu Suárez e recebeu o vermelho. A equipe ainda conseguiu acertar o travessão nos acréscimos, com Shelvey, mas não a virada.

QPR não quebrou o jejum

Na outra partida do domingo, o Queens Park Rangers não conseguiu chegar à primeira vitória, mesmo recebendo o Reading em Loftus Road. As equipes empataram por 1 a 1 e seguem na zona de rebaixamento, mas ao menos o QPR deixou a lanterna. Os Royals abriram o placar aos 16 minutos de jogo, com Kaspars Gorkss aproveitando trapalhada coletiva da defesa anfitriã para mandar um voleio. Já no segundo tempo, Djibril Cissé buscou o empate. E a virada só não veio graças a atuação inspirada do goleiro Alex McCarthy, que segurou os londrinos.

Confira os resultados da décima rodada da Premier League:

Sábado, 3/nov
Manchester United 2×1 Arsenal
Fulham 2×2 Everton
Norwich 1×0 Stoke
Sunderland 0x1 Aston Villa
Tottenham 0x1 Wigan
West Ham x Manchester City

Domingo, 4/nov
Queens Park Rangers 1×1 Reading
Liverpool 1×1 Newcastle

Segunda-feira, 5/nov
West Bromwich x Southampton