Brasil e Argentina fizeram uma partida fraca nesta quarta-feira, no Mineirão, pelas Eliminatórias-2010. As duas equipes criaram muito pouco, empataram sem gols e a Seleção recebeu muitas vaias. Nos outros jogos do dia, o líder Paraguai tropeçou diante da Bolívia e perdeu fora de casa por 4 a 2. Equador e Colômbia também ficaram no 0 a 0.

Em Belo Horizonte, brasileiros e argentinos fizeram um jogo amarrado, de poucas finalizações. A primeira boa chance saiu apenas aos 16 minutos de jogo, quando Julio Cruz cabeceou sem força para a defesa de Júlio César. O Brasil só acordou aos 22, quando Júlio Baptista, livre, bateu dentro da área e Abbondanzieri fez grande defesa.

No segundo tempo, a Albiceleste levou maior perigo. Julio Cruz recebeu passe de Riquelme e mandou por cima aos onze minutos. A Seleção, apática, assustou aos 16, em cobrança de falta de Júlio Baptista, espalmada por Abbondanzieri. O camisa dez ainda acertou um belo voleio, mas sem força, para defesa do goleiro argentino.

Quando a torcida, irritada, xingava a Seleção e o técnico Dunga, Messi perdeu a chance de definir o placar. Nos acréscimos, ele chutou forte e Júlio César defendeu; no rebote, o jogador do Barcelona mandou por cima. O Brasil completou três jogos sem marcar gol, foi a nove pontos e está em quarto lugar. A Argentina, com onze, aparece em segundo.

Em La Paz, a Bolívia deixou a lanterna ao surpreender o líder Paraguai por 4 a 2. Aos 23 minutos do primeiro tempo, Botero marcou para os bolivianos em um toque por cima do goleiro Bobadilla. García ampliou aos 26 em um chute cruzado, mas contou com a judá do arqueiro. Os paraguaios, que entraram em campo com seis mudanças em relação ao time que derrotou o Brasil no domingo, diminuíram na segunda etapa. Santa Cruz, reserva, marcou de cabeça em cruzamento de Barreto.

Os donos da casa fizeram o terceiro aos 25 com Botero, em rebote de Bobadilla. Marcelo Moreno ampliou aos 30, em cobrança de falta rasteira. Os visitantes marcaram o segundo aos 37 com Haedo Valdéz, em passe de Morel Rodriguez. O Paraguai segue em primeiro, com 13. A Bolívia, com quatro, está em nono e deixou a lanterna para o Peru (três).

Equador e Colômbia ficaram no 0 a 0 em Quito. A melhor chance do jogo saiu aos 29 minutos do primeiro tempo, quando Moreno desviou um cruzamento para a área colombiana. A bola acertou o travessão e ele quase marcou contra. A Colômbia, única invicta na competição, está em terceiro, com dez pontos. Os equatorianos, com cinco, aparecem em oitavo.

Veja os jogos da sexta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa-2010:

Terça, 17/junho
Uruguai 6×0 Peru

Quarta, 18/junho
Bolívia 4×2 Paraguai
Equador 0x0 Colômbia
Brasil 0x0 Argentina

Quinta, 19/junho
Venezuela x Chile