As reservas financeiras do Manchester United sofreram queda de 100 milhões de libras nos últimos seis meses. Segundo o clube, o dinheiro foi empregado em contratações, bem como em melhorias no estádio Old Trafford. De 150,6 milhões, as reservas foram reduzidas a 50,9 milhões de libras.

Além disso, o clube usou boa parte das reservas para recomprar ações do clube, o que ajuda a reduzir os juros incidentes em suas contas. Foram 5,3 milhões gastos somente neste tipo de operação nos últimos três meses e 92,8 milhões desde o início da administração de Malcolm Glazer.

O balanço trimestral dos Red Devils mostrou também que os salários aumentaram consideravelmente os custos operacionais, embora as receitas continuaram a crescer, graças às vendas dos direitos de transmissão dos jogos, de novos contratos comerciais e de camarotes em Old Trafford. Ao todo, entraram no caixa 175 milhões de libras, enquanto os gastos aparecem na cada dos 110 milhões.