O clássico entre Dynamo Kiev e Shakhtar pouco valia neste sábado, quando o tetracampeonato nacional havia sido confirmado pelo clube de Donetsk semanas antes. O maior interesse dos líderes no Estádio Olímpico era ratificar a supremacia contra os rivais, depois de três vitórias nos encontros anteriores pelo Campeonato Ucraniano – mas derrota no duelo eliminatório pela Copa da Ucrânia. Não seria tão simples, mas o triunfo por 3 a 2 confirmou os 100% de aproveitamento do Shakhtar nos embates ligueiros contra o Dynamo em 2019/20. E uma combinação brasileira matou a partida, com muitos méritos do ídolo Taison no tento decisivo.

O Shakhtar abriu dois gols de vantagem durante o primeiro tempo em Kiev. Taras Stepanenko e Yevhen Konoplyanka (este, em bonito lance individual) balançaram as redes para os Mineiros. O Dynamo renasceu na segunda etapa, arrancando o empate com Benjamin Verbic e Carlos de Pena. Puderam comemorar o resultado parcial por apenas cinco minutos, até que Alan Patrick definisse o placar aos 27. A assinatura da jogada, ainda assim, se concentra sobre Taison.

Você pode questionar a passividade da defesa do Dynamo Kiev. De fato, dois jogadores cercavam Taison e deixaram que o ponta fizesse o que bem entendesse. Mas o brasileiro foi bem demais na assistência. Dominou com estilo e esperou a movimentação de seus companheiros. Quando viu a disparada de Alan Patrick, deu a tacada de sinuca. Superou os dois marcadores à sua frente e também encontrou o companheiro entre dois adversários. Alan Patrick dominou e bater no canto.

O Shakhtar lidera com 20 pontos de vantagem sobre o Dynamo Kiev, segundo colocado. E o time da capital corre o risco de ser ultrapassado na sequência da rodada por Zorya Luhansk e/ou Desna, ambos em seu encalço. Vale lembrar que a vice-liderança garante uma vaga nas preliminares da Liga dos Campeões, enquanto abaixo disso os times só vão à Liga Europa. O Shakhtar já está garantido na fase de grupos da Champions.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore