José Mourinho pode ser um turrão diante dos microfones, mas poucos no futebol costumam ser tão afáveis com os torcedores. Talvez o maior exemplo disso tenha sido a gentileza com Abel Rodríguez: durante sete anos, o mexicano foi voluntário durante as pré-temporadas feitas pelos times do português nos Estados Unidos. Então, durante uma viagem à Espanha, quando o Special One dirigia o Real Madrid, o visitante e sua família ficaram hospedados no CT merengue, assistiram a um jogo do clube em bons lugares e puderam visitar os vestiários. Tudo por cortesia de Mou. Além disso, Mourinho convidou Rodríguez para ser roupeiro dos madridistas por uma noite – justamente um jogo contra o Manchester United, em Old Trafford, pela Liga dos Campeões. Momentos inesquecíveis.

Desta vez, Mourinho não realizou o sonho de maneira tão completa. Mas é na singeleza da atitude que mora a verdadeira grandeza. Torcedor fanático do Manchester United, Fredrick Schofield tem 94 anos. O idoso passa por um momento delicado de saúde, após sofrer um acidente vascular cerebral. Entre os desejos para que ele se recupere rápido, veio justamente uma carta assinada pelo treinador dos Red Devils. Sim, os assessores podem ter ajudado o português nessa. Ainda assim, nada diminui o ato de oferecer ao menos um pouco do seu tempo ao veterano das arquibancadas.

 

“Nós fomos avisados recentemente sobre toda a sua dedicação ao Manchester United. Eu apenas gostaria de escrever para agradecê-lo por seu apoio fiel e pela devoção ao clube. O entusiasmo dos torcedores continua a me assombrar. Eu entendo que você teve um período difícil recentemente, mas espero que isso te ajude a saber que eu, os jogadores e o staff estamos todos pensando em você”, diz o papel, com o escudo do clube e a assinatura de Mourinho.

A carta havia sido um pedido do neto de Fredrick, Kieran, ao Manchester United. Torcedor do City, ele enviou um e-mail aos rivais, mas não esperava ter uma resposta. O rosto de satisfação do idoso com a carta nas mãos, ainda no hospital, diz tudo sobre a importância do gesto.


Os comentários estão desativados.