Joe Hart estava se sentindo em casa neste domingo. Nascido em Shrewsbury, o goleiro do West Ham enfrentou pela Copa da Inglaterra o Shrewsbury Town, clube no qual iniciou sua carreira nas categorias de base e permaneceu até ser vendido ao Manchester City, em 2006. E o protagonismo evidente do camisa 1 se desdobrou de diferentes maneiras na visita ao Estádio New Meadow. Hart foi fundamental em campo, ao segurar o empate por 0 a 0 contra o time da terceira divisão, garantindo ao menos o replay aos Hammers. Além disso, protagonizou uma cena curiosa, digna de representar a tal “magia da FA Cup”, que os seus compatriotas tanto gostam de exaltar.

Durante o primeiro tempo do jogo, o sol incomodava Joe Hart. A luz estava vindo diretamente contra o rosto do goleiro, sem muita proteção. Então, sua solução foi pedir uma ajuda aos torcedores do West Ham, nas tribunas logo atrás de sua meta: perguntou se poderiam emprestar um boné, para que ele continuasse a partida. O camisa 1 teve o seu desejo atendido e passou o restante do tempo usando o boné oferecido por um torcedor.

Nas redes sociais, o felizardo não demorou a vir à tona: Jack Martin-Kenny, se gabando por ter ajudado o goleiro. Resta saber se Hart conseguiu agradecer da maneira devida – quem sabe, dando uma camisa ao torcedor. Pela maneira como ele auxiliou o time, merecia um agrado a mais.


Os comentários estão desativados.