Bradley Lowery se transformou no grande xodó do Sunderland nesta temporada. O garoto de cinco anos luta contra um neuroblastoma, tipo raro de câncer, e foi abraçado tanto pelo clube quanto pelos torcedores. Desde setembro, suas aparições no Stadium of Light se tornaram costumeiras, inclusive entrando em campo como mascote em diversas ocasiões. Os Black Cats participaram de uma campanha para arrecadar dinheiro ao tratamento, que visa prolongar ao máximo a vida do menino, já que o estágio avançado da doença não permite mais a cura. Em dezembro, o pequeno fanático chegou a ganhar o prêmio de gol mais bonito do mês na Premier League, por lance ocorrido no intervalo do jogo contra o Chelsea. Já no Natal, outro momento inesquecível aconteceu quando a torcida alvirrubra enviou mais de 28 mil cartões desejando felicidades ao garotinho.

Na atual etapa de sua caminhada contra o câncer, Bradley Lowery precisa ficar recluso no hospital. O tratamento deixa sua imunidade baixa e ele não pode frequentar o estádio. No entanto, um grupo de jogadores do Sunderland foi capaz de grande gesto, visitando o pequeno torcedor em seu quarto. Jermain Defoe, Sebastian Larsson, John O’Shea e Vito Mannone, entre outros, estiveram presentes na ação solidária.

“Bradley está bem e se animou depois de receber algumas visitas especiais. Obrigado, Sunderland, vocês estão sendo fantásticos com Bradley”, escreveu a família do garoto, nas redes sociais. Já a imagem mais marcante reuniu o menino e Jermain Defoe, seu jogador favorito. Nas vezes em que foi mascote, o pequeno alvirrubro entrou em campo de mãos dadas com o atacante. Já durante a visita, o rapazinho dormiu abraçado com o veterano na cama do hospital. Cena que representa tão bem a grandeza do futebol.

bradley