A semana mal começou e já deixou uma baita expectativa para a metade final da temporada europeia. O sorteio das oitavas da Champions League foi dos mais interessantes. Há uma série de jogos pesados e de forças que devem ficar pelo caminho logo de cara. Aproveitando a deixa, relembramos duelos do passado (oficiais ou não) de cada um dos cruzamentos. Apenas Bayern de Munique x Chelsea e Real Madrid x Manchester City foram disputados em instâncias mais importantes da Champions. Assim, demos um pouco mais de atenção aos embates um pouco mais “alternativos” nesse histórico. Confira:

Borussia Dortmund 1×1 PSG (2010)

Outros tempos para ambos os clubes. Enquanto o Borussia Dortmund começava a construir o bicampeonato alemão sob as ordens de Jürgen Klopp, o PSG ainda não tinha iniciado seus tempos abastados com o dinheiro catariano. Enfrentaram-se pela fase de grupos da Liga Europa. No Signal Iduna Park, prevaleceu o empate por 1 a 1, gols de Nuri Sahin e Clement Chantôme. Depois, ficaram no 0 a 0 em Paris. Estrelado por Claude Makélélé e Nenê, apenas o PSG avançou aos mata-matas.

Real Madrid 3×2 Manchester City (2012)

Os duelos mais importantes aconteceram nas semifinais de 2015/16, quando um gol contra solitário do volante Fernando classificou o Real Madrid à decisão. Muito mais animados, porém, foram os embates pela fase de grupos em 2012/13. Logo na rodada inaugural, um animadíssimo 3×2 merengue, com todos os gols anotados após os 20 minutos do segundo tempo. Dzeko abriu o placar, Marcelo empatou, Kolarov retomou a vantagem ao City e, já depois dos 42, Benzema e Cristiano Ronaldo determinaram a eletrizante virada no Bernabéu. O reencontro em Manchester guardou o empate por 1 a 1, que ajudaria a eliminar os campeões ingleses.

Liverpool 2×1 Atlético de Madrid (2010)

O único confronto anterior dos clubes em mata-matas aconteceu nas semifinais da Liga Europa 2009/10. O Atlético de Madrid venceu a ida por 1 a 0 e arrancou a classificação na prorrogação dentro de Anfield, apesar da derrota por 2 a 1. Forlán anotou os gols colchoneros em ambas as partidas. Enquanto isso, Aquilani e Benayoun foram os responsáveis pelos tentos de um Liverpool bem mais modesto que o atual. Forlán voltaria a arrebentar na decisão contra o Fulham, garantindo o título continental ao Atleti.

Chelsea 4×2 Bayern de Munique (2005)

Nada supera, em nível de importância, a decisão de 2012 – em noite heroica de Drogba e Cech dentro da Allianz Arena. No entanto, vale lembrar uma partida “alternativa” entre os clubes. Em 2004/05, alemães e ingleses se pegaram nas quartas de final. A ida em Stamford Bridge contou com um frenético 4 a 2 ao Chelsea, com cinco gols apenas no segundo tempo e outras tantas chances claras de gol. Lampard (duas vezes), Joe Cole e Drogba marcaram aos Blues, enquanto Schweinsteiger e Ballack anotaram os tentos do Bayern. Já na volta, quase os bávaros deram o troco. De virada, arrancaram o triunfo por 3 a 2 no antigo Estádio Olímpico. Os londrinos sucumbiriam ante o Liverpool nas semifinais.

Juventus 2×1 Lyon (2014)

O único confronto entre os clubes por mata-matas aconteceu na Liga Europa 2013/14, quando a Juve amargou uma eliminação precoce na fase de grupos da Champions. A equipe de Antonio Conte ganharia as duas partidas contra os Gones. Fez 1 a 0 na França, gol de Bonucci, e repetiu a dose com os 2 a 1 em Turim. Pirlo abriu o placar numa linda cobrança de falta, Briand empatou ainda no primeiro tempo e um gol contra de Umtiti, desviando a rota de um chute de Marchisio que iria para fora, determinou o placar. A Velha Senhora cairia na fase seguinte da competição, superada pelo Benfica de Jorge Jesus.

Tottenham 2×0 Lokomotive Leipzig (1974)

Tottenham e RB Leipzig nunca se enfrentaram nem mesmo em amistosos. No entanto, vale a deixa para relembrar quando os Spurs encararam outro time de Leipzig em uma semifinal europeia. A equipe de Londres derrotou o Lokomotive para alcançar a decisão da Copa da Uefa em 1973/74. O time de Bill Nicholson começou vencendo no Zentralstadion, com gols de Peters e Coates para determinar o triunfo por 2 a 1. Já em White Hart Lane, McGrath e Chivers carimbaram a classificação à final, na qual os londrinos sucumbiriam contra o Feyenoord.

Atalanta 2×1 Valencia (2017)

Um dos jogos que nunca aconteceu por competições oficiais. Em 2017, a Atalanta foi convidada a participar do Troféu Naranja, que costuma abrir a temporada do Valencia. E os visitantes saíram com o triunfo por 2 a 1 no Mestalla. Tolói botou os italianos na frente, Vezo empatou aos valencianos e Palomino determinou os números finais. A boa pré-temporada da Dea seria um sinal do crescimento que se notaria nas demais competições.

Barcelona 5×0 Napoli (2011)

Curiosamente, Barcelona e Napoli também nunca se pegaram antes por competições da Uefa. O antecedente mais notável aconteceu pelo Troféu Joan Gamper, que serve para apresentar o Barça ao Camp Nou no início da temporada. E o time de Pep Guardiola, voando baixo naquele 2011, goleou os celestes por 5 a 0. Messi (duas vezes), Keita, Pedro e Fàbregas anotaram os gols contra a equipe de Cavani, Lavezzi e Hamsik. Aquela era a estreia de Fàbregas com a camisa blaugrana.