A virada sofrida pela Internazionale na Champions League não deixou um clima tão bom no clube, e não apenas pela maneira como o Borussia Dortmund reverteu a situação, mas também pelas declarações de Antonio Conte depois do jogo. A melhor resposta dos nerazzurri seria buscar a vitória neste sábado, para manter sua perseguição à Juventus no topo da tabela da Serie A. E assim aconteceu, com uma dose de sofrimento no San Siro. Os interistas também precisaram demonstrar seu poder de virada nos 2 a 1 sobre o Verona. O protagonismo ficou com Nicolò Barella, autor de um golaço nos últimos instantes para garantir o triunfo.

O Verona começou o jogo em Milão querendo aprontar. Depois de alguns lances perigosos, os visitantes saíram na frente aos 19, em pênalti convertido por Valerio Verre. A partir de então, a Inter iniciaria o seu bombardeio. Foram várias chances, com direito a uma bola de Marcelo Brozovic no travessão e um milagre do goleiro Marco Silvestre, que realizou uma defesa impossível para evitar o empate de Matias Vecino pouco antes do intervalo.

O sufoco persistiu no segundo tempo e o empate viria aos 20 minutos, com o próprio Vecino. Valentino Lazaro cruzou e o uruguaio apareceu na área para mandar às redes. Mas a igualdade ainda não era suficiente aos nerazzurri, que intensificaram a pressão. Foram mais alguns lances perdidos e Romelu Lukaku poderia ter se tornado o herói, com uma cabeçada fraca que terminou controlada pelo goleiro. O tento decisivo veio aos 38, graças ao talento de Barella. O meio-campista cortou da esquerda para o centro e mandou uma bola venenosa na gaveta de Silvestre. Apesar de um susto do Verona no fim, a vitória era interista.

O resultado permite à Internazionale terminar o dia na liderança. A equipe de Antonio Conte emenda a terceira vitória consecutiva na Serie A e chega aos 31 pontos, dois a mais que a Juventus. Precisará secar a Velha Senhora neste domingo, quando receberá o Milan em Turim. Já Verona ocupa o nono lugar, com 15 pontos.

Classificações Sofascore Resultados