As Eliminatórias da Copa de 2022 já vivem momentos decisivos na África. A primeira fase acontece nesta Data Fifa, com confrontos que determinarão os sobreviventes em duelos diretos entre as seleções com o pior ranqueamento do continente. E o sorteio guardou até mesmo um clássico. Libéria e Serra Leoa possuem histórias paralelas, sobretudo na geopolítica, com sangrentas guerras civis na década de 1990 que se cruzaram e também crises de refugiados em comum. Já em campo, a proximidade se desdobrou em um duelo de peso neste domingo. E que guardou um final épico aos liberianos. Apesar da derrota por 1 a 0, a classificação aconteceu graças a um pênalti defendido aos 50 do segundo tempo.

Sob os olhares do presidente George Weah, a Libéria conquistou uma boa vitória na partida de ida, realizada na última quarta-feira. A equipe da casa anotou 3 a 1 em Monróvia, com dois gols anotados depois dos 37 do segundo tempo. Era uma situação confortável, mas não dava garantias para o reencontro em Freetown. E os liberianos chegaram a acusar um ataque promovido por torcedores de Serra Leoa às vésperas do duelo. Segundo o presidente da federação, eles impediram os jogadores de entrar no ônibus, quando se dirigiam a um treino. Os meliantes estariam armados com pedras, garrafas e facas.

A pressão no estádio em Freetown era enorme neste domingo. Aos 10 minutos do segundo tempo, Kei Kamara reavivou as esperanças de Serra Leoa ao abrir o placar. E a classificação poderia ter se consumado no quinto minuto dos acréscimos, quando o árbitro anotou um pênalti favorável aos anfitriões. Umaru Bangura cobrou no canto e o goleiro Ashley Williams, de 18 anos, foi buscar no canto. A defesa decisiva rendeu uma comemoração até excessiva dos jogadores da Libéria. Pudera: graças a ela, a equipe sobreviveu na competição.

Outras seleções também se classificaram neste domingo. A Etiópia empatou por 1 a 1 com Lesoto e avançou pelo gol fora de casa. Em duelo de equipes presentes na última Copa Africana, a Tanzânia empatou por 1 a 1 contra Burundi e avançou nos pênaltis. Já a Guiné Equatorial superou o Sudão do Sul com apertado triunfo por 1 a 0. Os demais jogos etapa inicial acontecerão na próxima terça-feira. A segunda fase das Eliminatórias à Copa de 2022 já contará com as principais seleções africanas, divididas em dez grupos de quatro equipes.