Um mapa interativo com todos os brasileiros que já atuaram no Campeonato Espanhol

A Espanha descobriu o talento brasileiro no início da década de 1930, quando o Barcelona contratou Jaguaré e Fausto dos Santos, ídolos do Vasco que fez uma turnê pela Península Ibérica em 1931. Por não terem ascendência espanhola (em caso relatado por ambos na época como racismo), os dois não puderam atuar por La Liga. Entretanto, iniciaram uma forte ponte aérea Sobretudo a partir da década de 1950 (com Evaristo, Vavá, Didi e outros grandes craques), o Brasil se tornou uma fonte de talentos aos clubes da Espanha. As restrições de mercado nem sempre mantiveram um grande número de jogadores brasileiros no país, mas alguns dos maiores ídolos nacionais brilharam por lá.

Nesta edição de La Liga que se inicia neste final de semana, 21 jogadores brasileiros disputarão a competição – menos apenas que os 23 da França. Marcelo, Casemiro e Philippe Coutinho são os mais tarimbados da lista, mas há vários jogadores em ascensão e em busca da afirmação. Vinícius Júnior e Rodrygo são os mais óbvios candidatos ao estrelato, enquanto há tantas outras alternativas interessantes, sobretudo na defesa – onde Renan Lodi, Felipe e Diego Carlos se reivindicam como jogadores de seleção.

Ao todo, 296 futebolistas nascidos no Brasil disputaram ao menos uma partida por La Liga – incluindo aqueles que resolveram adotar a cidadania de outros países e defenderam seleções diferentes. O pioneiro foi Fernando Giudicelli, ex-jogador de America-RJ e Fluminense que disputou uma única partida pelo Real Madrid em 1935/36. O médio Cabeção marcou presença na década de 1940, sendo o primeiro brasileiro do Barcelona a jogar o Espanhol. E depois de Evaristo, as fronteiras se abriram para dezenas de brasileiros. Para recontar essa história, produzimos o mapa abaixo.

Todos os jogadores têm suas fichas, com os dados sobre a passagem pelo Campeonato Espanhol. Os atletas estão distribuídos conforme as cidades em que nasceram. Clicando nos escudos ou no menu à esquerda, é possível conferir as informações. Alguns escudos estão sobrepostos, especialmente nas maiores capitais, então é necessário aproximar o zoom para visualizar melhor. O escudo escolhido foi o do clube mais relevante na passagem pela Espanha ou, caso o atleta siga na Liga, o do time atual. A lista à esquerda está organizada pelo total de partidas no campeonato, com os mais assíduos mencionados primeiro.