No último domingo, 31 de dezembro, completaram-se 25 anos do fim da Tchecoslováquia. A dissolução do país havia ganhado nova tônica a partir de 1989, com a chamada Revolução de Veludo, movimento que culminou na deposição do governo comunista. Depois disso, a separação administrativa entre tchecos e eslovacos se tornou paulatina, até que, em 25 de novembro de 1992, o parlamento tchecoslovaco aprovou a divisão do país em dois estados distintos a partir do primeiro dia de 1993.

Diante da data simbólica, publicaremos uma série de matérias especiais sobre o futebol na Tchecoslováquia – algumas delas inéditas, outras resgatadas dos nossos arquivos. Abaixo, a quinta delas.

*****

Entre as regiões históricas que compunham a antiga Tchecoslováquia, a Boêmia viu o futebol explodir primeiro. Por lá é que se organizaram as primeiras competições locais e eclodiram as potências. No entanto, a expansão não demorou a vir a partir da instituição do Campeonato Tchecoslovaco, profissionalizado, em 1925. Na década de 1930, as outras três áreas principais (Morávia, Silésia e Eslováquia) ganharam as suas agremiações na elite. Houve até mesmo o representante de uma cidade que, depois de 1938, deixaria de fazer parte do país: o Rusj Uzhgorod, que em 1938 foi incorporado à Hungria, antes de se transformar em posse soviética (e ucraniana) no ano de 1944.

O período mais longo de existência do Campeonato Tchecoslovaco, de qualquer maneira, decorreu sob o regime comunista, instaurado em 1948. E embora Praga permaneça como o principal centro da modalidade no país, a nacionalização se tornou bem mais expressiva. Explica-se: com o apoio de governos locais e instituições estatais, os clubes emergiam à elite. Ampliavam o mapa do futebol local muito além da Boêmia. Assim, é possível perceber o território mais ocupado pelas equipes que tiveram o gosto de figurar na primeira divisão ao menos uma vez.

Abaixo, apresentamos um mapa com todos os times que disputaram o Campeonato Tchecoslováquia entre 1925 e 1993. Para informações mais profundas sobre o desenvolvimento e a expansão do futebol no país, clique aqui e leia esta matéria. No mais, boa viagem pelas entranhas da extinta liga.

Instruções de uso

Os nomes dos clubes priorizam a atualidade, a despeito das constantes mudanças durante o período comunista. A localização preza pelo estádio usado na época – ainda assim, não foi possível determinar os campos de todos os participantes. Alguns escudos estão sobrepostos, por isso é preciso aproximar para visualizá-los melhor. Agremiações cujo emblema não foi encontrado são representadas por um símbolo da antiga federação.


Os comentários estão desativados.