Muito se discute sobre a utilização do Estádio do Pacaembu, o coração do futebol em São Paulo. Desde que o Corinthians se mudou para Itaquera, o tradicional palco da capital foi utilizado poucas vezes. Neste final de semana, contudo, as velhas arquibancadas estiveram cheias em dois dias consecutivos. Por conta do show de Rod Stewart no Allianz Parque, o Palmeiras mandou por lá o jogo contra o Grêmio no sábado, levando 21,2 mil pagantes. No entanto, o público mais surpreendente ficou mesmo para o domingo, para uma decisão entre times de bairro. Pois a Libertadores da Várzea fez jus ao seu nome, levando 16,3 mil ao Pacaembu, em festa imensa na final entre Jardim Brasil e Sedex.

VEJA TAMBÉM: Esqueça a Série A: a Terceirona terá 10 decisões no domingo, em rodada final eletrizante

O número já salta aos olhos simplesmente por envolver dois times amadores. E, se comparado com os outros jogos do futebol nacional, impressiona ainda mais. Desde domingo, somente oito jogos realizados pelo Brasil nesta semana estiveram acima do público registrado no Pacaembu: quatro pela Série A, dois pela Série B e dois pela Copa do Brasil. Sedex e Jardim Brasil atraíram mais gente do que clubes como o Botafogo, líder da Série B. Figueirense e Fluminense não levaram tantas pessoas na ida da Copa do Brasil, como Sport e Atlético-PR na Copa Sul-Americana. Mesmo assim, segundo o Portal da Várzea, o maior público para um jogo do gênero aconteceu na final da Copa Kaiser de 2012, com 21 mil presentes.

Obviamente, o ingresso custando um quilo de alimento não perecível e a ocasião especial fizeram com que as comunidades enchessem os dois setores atrás dos gols do Pacaembu. O que não diminui o quão sensacional é o público total para um jogo entre times amadores, em um torneio independente, realizado a partir da iniciativa da própria periferia. E isso sem contar o calor intenso em São Paulo às 13 horas, momento do pontapé inicial. Espetáculo da torcida para o jogo intenso que se assistiu em campo, com empate por 1 a 1 no tempo normal e vitória do Jardim Brasil nos pênaltis, por 4 a 3. No encontro de pura paixão dos jogadores e das comunidades, o futebol vive com mais força.

A imagem que abre o post é do Portal da Várzea, referência na cobertura do futebol amador. Vale conferir também o ótimo relato sobre a final produzido por eles. Abaixo, o vídeo dos gols da final, com a atmosfera vibrante no Pacaembu: