O pequenino Central Córdoba já vivia um ano suficientemente inesquecível. Além de comemorar seu centenário em 2019, o clube de Santiago del Estero havia conquistado o acesso à primeira divisão do Campeonato Argentino em junho, após 48 anos de ausência na elite. Porém, o momento histórico se ampliaria neste semestre. A campanha na primeira divisão é razoável, com 16 pontos em 13 rodadas, o que deixa El Ferroviario no meio da tabela da Superliga. Mas o melhor mesmo acontece na Copa Argentina, onde os alvinegros pintam como inéditos finalistas. Terão a chance de desafiar o River Plate por uma vaga na Libertadores 2020.

O Central Córdoba já tinha chegado longe na Copa Argentina de 2018. Bateu nas quartas de final, eliminado pelo Gimnasia de La Plata nos pênaltis, após deixar o Vélez Sarsfield pelo caminho. Já na atual campanha, El Ferroviario foi avançando passo a passo com vitórias magras. Superou Nueva Chicago, All Boys, Villa Mitre e Estudiantes, até bater o Lanús na semifinal. O triunfo por 1 a 0 aconteceu em La Rioja, e com um gol fantástico. Aos 10 minutos do segundo tempo, Christian Vega pegou a bola fora da área e acertou um míssil extraordinário, batendo no ângulo, sem deixar a bola cair. Lance incrível para um feito incrível.

O desafio do Central Córdoba será superar o River Plate na decisão. Os millonarios passaram pelo tradicional Estudiantes de Buenos Aires na outra semifinal. O time de Marcelo Gallardo venceu por 2 a 0, gols de Javier Pinola e Exequiel Palacios. O clube de Núñez busca o seu terceiro título na competição, após ficar com a taça em 2016 e 2017. Vale lembrar que o ressurgimento da Copa Argentina é recente, recriada em 2011/12.