A relação de Özil com o Brasil no ano passado não se resumiu à conquista do jogador do Arsenal na Copa do Mundo. Além de, como toda a seleção alemã, ter se relacionado bem com as pessoas por onde passava, o meia ainda usou o dinheiro de sua premiação pelo título do Mundial para financiar a cirurgia de 23 crianças brasileiras que precisavam de um procedimento médico. Um ano depois, como parte de sua própria celebração pela conquista da Copa, o atleta repetiu o gesto gigantesco.

VEJA TAMBÉM: Schweinsteiger escolheu a incerteza do desafio no United em vez de se acomodar nos títulos

Através da instituição de caridade que carrega seu nome, “Fundação Mesut Özil”, o alemão doou dinheiro para bancar a operação de mais 11 crianças brasileiras em necessidade, entre os dias 24 de outubro e 7 de novembro deste ano, em um hospital de Coroatá, como informa o site da Federação Alemã.

“Mesmo um ano após vencermos a Copa do Mundo, quero continuar deixando uma marca positiva no Brasil, financiando a operação de mais onze crianças. Para mim, é muito importante seguir oferecendo ajuda às crianças no Brasil”, explicou o jogador, em entrevista ao site da federação.

O gesto do ano passado lhe rendeu, em novembro, um troféu na premiação do Laureus, o Oscar dos esportes. Dificilmente a repetição da atitude neste ano ganhará alguma menção no evento, mas definitivamente o apreço e o carinho do povo de Coroatá, e sobretudo das crianças beneficiadas pelo ato de Özil permanecem os mesmos.