A Uefa aconselhou que a janela de transferências para a temporada 2020/21 deve ser fechada até o dia 5 de outubro. A entidade estabeleceu a data do dia 6 de outubro para inscrever jogadores para as competições europeias da próxima. A recomendação recebeu o apoio dos membros das Ligas Europeias, associação que representa mais de 900 clubes em 32 ligas, incluindo as principais ligas do continente.

Normalmente, as janelas de transferência na Europa abrem no dia 1º de julho e dura até o final de agosto, eventualmente até o dia 1 ou 2 de setembro, quando há algum feriado no dia do fechamento da janela. A situação excepcional fez com que tudo tivesse que ser alterado, de registros de jogadores ao fechamento da janela de transferências.

“As ligas reforçam a recomendação dada pela Uefa para todos as associações membros para adotar uma data harmoniosa para a janela de transferências de verão [o verão do hemisfério norte, de junho a setembro], com a data estabelecida para 5 de outubro de 2020”, afirma um comunicado da associação de ligas.

A Fifa definiu, no último dia 12 de junho, alguns parâmetros para a próxima janela de transferências na Europa, permitindo que ela seja aberta antes da temporada terminar, por causa dos adiamentos feitos pela pandemia do coronavírus. Os jogadores, claro, só poderão ser inscritos para a próxima temporada. Além disso, a entidade também aumentou o limite de clubes permitidos para um jogador em uma temporada de dois para três.

A Premier League, porém, não deve abrir a janela tão cedo. Segundo o executivo-chefe da liga, Richard Masters, a janela na Inglaterra não será aberta antes do dia 25 de julho. A Football Association (FA) deve regulamentar a janela doméstica de transferências para agosto a outubro, mas fará isso de modo coordenado com outros países, de modo a ter um alinhamento com as outras ligas.

A Federação de Futebol Francesa (FFF) já abriu a janela de transferências na semana passada, a partir do dia 8 de junho, já que a sua liga nacional foi cancelada. Para transferências internacionais, porém, a janela deve ser de agosto a outubro, como as demais. A Federação de Futebol Italiano (FIGC) confirmou que a sua janela de transferências de 1 de setembro até 5 de outubro. A Serie A será retomada neste sábado, dia 20.

A Uefa também mexeu no Fair Play Financeiro e afrouxou as regras, já que o período de pandemia do coronavírus trouxe imensos prejuízos a todos os envolvidos na indústria do futebol. Explicamos aqui as mudanças no sistema.

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, também falou sobre a importância de manter a data de jogos internacionais em setembro. “A decisão de adiar a Eurocopa 2020 teve um custo significativo para as seleções nacionais e para federações de futebol da Uefa, mas permitiu que as ligas nacionais pela Europa chegassem a uma conclusão, algo que, em retorno, tem sido imensamente benéfico tanto para os clubes quanto para o futebol de seleções”, afirmou Ceferin.

“As mudanças feitas no calendário de futebol europeu, que foram acordadas pela Uefa, ECA e ligas europeias, também tornará possível manter as partidas de seleções em um período que é importante e um elemento de longa data do calendário internacional”, continuou o presidente da Uefa.

“Preservar a janela internacional de setembro impede que as seleções de futebol de sofrer ainda mais danos, um preço que seria pago a cada nível do jogo, mas isso seria particularmente ruim para o futebol de base”, afirmou o dirigente. “Como guardiões do jogo pela Europa, nós não podemos permitir que isso aconteça”.