Conforme programado, a Uefa se reuniu com todas as federações nacionais de futebol da Europa, além de organizações representando clubes e jogadores, para definir qual seria o curso de ação diante da pandemia de Coronavírus. Com todas as principais ligas suspensas, sem previsão de conclusão, a instituição decidiu adiar a disputa da Eurocopa, que aconteceria entre junho e julho deste ano, para 2021.

A notícia foi divulgada primeiro pela Federação Norueguesa do que pela Uefa. Em seu perfil oficial no Twitter, a associação norueguesa afirmou que a competição havia sido adiada para 2021, a ser disputado entre 11 de junho e 11 de julho.

O adiamento da competição permitirá às federações concluir suas próprias ligas e copas. A temporada europeia normalmente se encerra em maio, mas a pandemia do Coronavírus impediu a realização de competições esportivas, diante da proibição de aglomerações por diversos países europeus e, mais tarde, da contaminação de jogadores, como Hudson-Odoi, do Chelsea, Daniele Rugani, da Juventus, e de 35% do elenco do Valencia.

A decisão da Uefa já era esperada, e a informação da manhã desta terça-feira de que a federação havia cancelado suas reservas de hotel em Copenhague, uma das cidades-sede da competição, já entregava o possível desfecho dessa história.

Se, por um lado, o adiamento permite que as ligas ganhem um tempo significativo para concluir sua temporada, por outro cria um novo problema, de congestão de calendário. Isso porque a Eurocopa Feminina está marcada para acontecer entre 7 de julho e 1º de agosto de 2021, na Inglaterra.

Além dela, o Campeonato Europeu Sub-21 também tem edição prevista para o próximo ano, e a Liga das Nações da Uefa acabaria também afetada. Para além da Europa, a Fifa espera, ou ao menos esperava, dar início ao seu revitalizado Mundial de Clubes no mesmo ano.

Por ora, não há mais detalhes em torno da escolha da Uefa, sejam eles de confirmação das 12 cidades-sede que estavam programadas para este ano ou sobre um possível remanejamento de outros torneios.

Comunicado da Uefa

A Uefa publicou, por volta das 11h (horário de Brasília) desta terça-feira, um comunicado oficial em que confirma o adiamento da Eurocopa. Reunimos abaixo os principais pontos do texto:

  • Todas as partidas e competições da Uefa, de clubes ou seleções, no masculino ou no feminino, foram suspensas até novo aviso.
  • As partidas de repescagem da Euro 2020, que estavam marcadas para o fim de março, serão agora jogadas nas datas Fifa do início de junho, mas isso está sujeito a uma revisão caso a situação da pandemia ainda esteja fora de controle.
  • A Uefa anunciou a criação de um grupo para examinar soluções de calendário ao lado de representantes de clubes e ligas, de forma a permitir a conclusão da atual temporada europeia.
  • Por fim, a federação garante que torcedores que tenham comprado ingressos para a Eurocopa e que não poderão ir aos jogos em 2021 poderão receber um reembolso completo de suas compras. Mais informações sobre o processo de reembolso serão disponibilizadas mais tarde por e-mail e no site oficial da competição.