A situação do Dínamo Kiev não era ruim. Independentemente do resultado no outro jogo do grupo entre Malmö e Copenhague, passaria ao mata-mata da Liga Europa se derrotasse o suíço Lugano, já eliminado, em casa. E não é que não tentou. Tentou muitas vezes. Mas saiu atrás e apenas em seu 30º chute na partida, já no último minuto, Viktor Tsygankov acertou a casinha e arrancou o insuficiente empate por 1 a 1 para os ucranianos.

O Dínamo de Kiev teve um problema sério de pontaria. No primeiro tempo, chegou a ter um gol anulado, mas foram 11 finalizações e nenhuma exigiu defesa do goleiro do Lugano, David da Costa. A instantes do intervalo, Nicolas Dalmonte foi à linha de fundo e cruzou para Marco Aratore abrir o placar, de cabeça, a favor dos suíços.

Os ucranianos chegaram a dar 18 chutes a gol sem que nenhum deles fosse certo e continuaram na pressão ao longo do segundo tempo. No fim, Da Costa fez apenas quatro defesas e, aos 49 minutos do segundo tempo, o jovem Viktor Tsygankov acertou um bonito chute no ângulo do bico direito da grande área e empatou.

Caso tivesse vencido, o Dínamo avançaria porque ficaria empatado em pontos com o Copenhague, que acabou perdendo do Malmö por 1 a 0. O confronto direto teve dois placares por 1 a 1 e o saldo de gols seria de um positivo para ambos. No entanto, o Dínamo teria marcado pelo menos oito gols contra cinco.

Mas isso apenas em um cenário hipotético no qual os pés dos seus atacantes não estivessem tão tortos.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.