A ideia já foi levantada inúmeras vezes ao longo dos anos por fãs e entusiastas de futebol: deveria haver uma Bola de Ouro para o melhor goleiro do mundo. Afinal, longe do protagonismo dos atacantes, os jogadores dessa posição precisam contar com uma convergência improvável de fatores para serem celebrados como melhores do mundo. A France Football, organizadora da premiação, então encontrou uma solução, já a partir deste ano: o Troféu Yashin.

Em um comunicado divulgado nesta quinta-feira (19), a publicação francesa revelou os detalhes da premiação neste ano e teve como grande anúncio a criação de um prêmio para o melhor goleiro do mundo, o Troféu Yashin, em homenagem ao único goleiro vencedor da Bola de Ouro em toda a história da premiação. Lev Yashin, da União Soviética, venceu o troféu em 1963.

“Este troféu irá marcar uma nova época na compreensão da posição de goleiro”, comemorou Vassili Frolov, neto de Yashin. Pascal Ferré, editor-chefe da France Football, afirmou que “a Bola de Ouro é a festa do futebol internacional. Nessa festa, faltava às vezes uma família, a dos goleiros”.

Com a adição, a festa agora conta com quatro premiações: Bola de Ouro masculina, Bola de Ouro feminina, Troféu Kopa, para o melhor jogador sub-21, e, agora, Troféu Yashin, para o melhor goleiro.

A edição 2019 do evento acontecerá em 2 de dezembro, em casa nova, o Théâtre du Châtelet, em Paris. Novo embaixador da premiação, Didier Drogba, quarto colocado da Bola de Ouro de 2007, será também coapresentador da festa.

Já no próximo mês, mais especificamente em 21 de outubro, conheceremos todos os nomeados às premiações: 30 indicados à Bola de Ouro masculina, 20 indicadas à Bola de Ouro feminina, 10 indicados ao Troféu Kopa e 10 indicados ao inédito Troféu Yashin.

O páreo deverá ser duro entre os goleiros. Mas, para você, quem merece ganhar a edição inaugural do Troféu Yashin?