Trabzonspor e CSKA ficam no empate pela LC

Em jogo válido pela quarta rodada do Grupo B da Liga dos Campeões, Trabzonspor e CSKA Moscou ficaram no empate por 0 a 0 nesta quarta-feira, em Trabzon.

Com o resultado, as duas equipes somam cinco pontos na tabela e estão atrás da Internazionale, com nove. Os moscovitas, porém, levam vantagem no confronto direto, pois venceram na Rússia por 3 a 0.

No primeiro tempo, o CSKA foi superior e só não abriu o placar porque Seydou Doumbia desperdiçou duas grandes chances. Na última delas, aos 43 minutos, o marfinense apareceu livre na área e finalizou para boa defesa do goleiro Tolga Zengin.

O Trabzonspor, por sua vez, até conseguia tocar bem a bola, mas criou poucas chances e sempre pecava no último passe, esbarrando na boa marcação da defesa moscovita.

Apoós o intervalo, o CSKA continuou dominando a partida e criando chances para abrir o placar. Na mais perigosa delas, aos 18 minutos, Zoran Tosic desperdiçou, finalizando quase da marca do pênalti para fora.

Os russos, porém, foram prejudicados aos 29 minutos, com a expulsão de Seydou Doumbia. A partir daí, o Trabzonspor passou a atacar mais, mas não teve forças para buscar a vitória.

Ficha técnica

Trabzonspor 0x0 CSKA Moscou

Local: Hüseyin Avni Aker, em Trabzon (TUR)
Data: 02/nov, quarta-feira
Árbitro: Alberto Undiano Mallenco (ESP)
Cartões amarelos: Didier Zokora, Adrian Mierzejewski (Trabzonspor); Vagner Love, Pavel Mamaev e Seydou Doumbia (CSKA Moscou)
Cartão vermelho: Seydou Doumbia (CSKA Moscou)

Trabzonspor
Tolga Zengin, Ondriej Celustka, Giray Kaaçar, Arkadiusz Glowacki e Marek Cech; Didier Zokora, Serkan Balci (Alanzinho aos 16´/2T), Halil Altintop (Paulo Henrique aos 16´/2T) e Gustavo Colman; Adrian Mierzejewski (Aykut Akgün aos 36´/2T) e Burak Yilmaz. Técnico: Senol Gunes

CSKA Moscou
Vladimir Gabulov, Aleksei Berezutski, Vasili Beresutski, Sergei Ignashevich e Georgi Schennikov (Kiril Nababkin no intervalo); Evgeni Aldonin, Pavel Mamaev (Devidas Semberas aos 34´/2T), Zoran Tosic (Aleksandrs Cauna aos 24´/2T) e Alan Dzagoev; Seydou Doumbia e Vagner Love. Técnico: Leonid Slutsky.