Brigar pelo título da Premier League era algo que certamente passava longe do que imaginavam os torcedores, os jogadores, os dirigentes e o técnico do Tottenham. O cenário que se desenhou, porém, foi este. O Tottenham é o segundo colocado na tabela, depois de 27 rodadas, e tem o Leicester à frente. Conseguiu se colocar em uma ótima posição depois da vitória deste domingo, contra o Swansea, em uma dura virada por 2 a 1.

LEIA TAMBÉM: Lesões levaram Manchester United a ter garotos protagonistas da grande vitória sobre o Arsenal

O time do técnico Mauricio Pochettino ambicionava, nos sonhos mais otimistas, uma vaga na Champions League. O bom futebol apresentado pelos Spurs e o futebol ruim de Manchester United e Chelsea começaram a mudar a história. A instabilidade do Manchester City, outro dos favoritos, também. Terminar à frente do rival Arsenal, que já seria uma vitória, já parece um objetivo muito plausível, ainda mais pensando na próxima rodada, quando o Tottenham recebe justamente o time dos Gunners em casa para se consolidar à frente.

Coom Harry Kane, Nacir Chadli ee Christian Eriksen comandando as ações, o Tottenham pode, sim, chegar ao título. E se era impensável no início da campanha, hoje é impossível que o time não pense. É preciso pensar e ficar de olho para aproveitar qualquer tropeço do Leicester e não perder uma chance inesperada de levar a taça. Olhando a tabela, é possível. O futebol apresentado em campo também indica que os Spurs podem. Resta saber se a pressão que virá nos próximas semanas atrapalhará o desempenho (e os resultados) do time.

Veja como foram os gols de Paloschi, para o Swansea, e a virada do Tottenham com Chadli e Danny Rose.