Enquanto ofereceu material esportivo ao Tottenham, a Under Armour produziu algumas das camisas mais bonitas da Premier League. Não precisava de muitos detalhes para trazer novidades e quase sempre acertava a mão. Certamente deixará saudades nos torcedores, mas não necessariamente na diretoria. Depois de cinco temporadas em parceria com a empresa americana, os Spurs anunciaram o seu acerto com a Nike. A gigante do setor pagará £30 milhões anuais aos londrinos, quase o triplo do que desembolsavam os seus antecessores. Mas o lançamento do uniforme para 2017/18 gerou opiniões divididas.

As imagens das camisas circulavam na rede há dias, oficializadas apenas nesta sexta pelo Tottenham. A titular será branca e a reserva, azul marinho. Extremamente simples assim, com pouquíssimos detalhes, dentro do padrão da marca para a próxima temporada. Já a grande novidade fica por conta do escudo em volta do ‘galeto’, que serve de símbolo ao clube. Como explica muito bem o amigo Pedro Reinert em seu blog no ESPN FC, a moldura foi comum na camisa por mais de quatro décadas, até os anos 1960, durante o período mais vitorioso da história dos Spurs. Um resgate que, ainda assim, causa um bocado de estranhamento.

spurs1

spurs2