A torcida do Leicester lamentou o empate por 2 a 2 contra o West Bromwich em casa, apesar de toda a garra e a insistência do time em buscar a vitória. No entanto, teve motivos de sobras para sorrir um dia depois. Tudo conspirou a favor das Raposas nesta quarta, com derrotas de seus três principais rivais pelo título. Resultado? O time de Claudio Ranieri ainda terminou a rodada abrindo vantagem: três pontos sobre o Tottenham, seis para o Arsenal e dez para o Manchester City – que, com duas partidas a menos, já vê o Manchester United igualar a sua pontuação (com um jogo a mais em relação aos rivais) e surgir como ameaça na briga pela Liga dos Campeões.

Na partida mais importante para o Leicester, o Tottenham teria uma missão duríssima. Os Spurs foram até Upton Park visitar o West Ham. E um gol de Michail Antonio, logo aos sete minutos, desviando o cruzamento de Payet, reforçou as credenciais dos Hammers às copas europeias. Desta vez o atacante não imitou Homer Simpson, mas fez outra referência à cultura pop dos anos 1990 em sua comemoração: repetiu a famosa dança de Carlton Banks, do seriado Um Maluco no Pedaço. Em uma noite ruim, apesar do domínio na posse, os Spurs sequer finalizaram no primeiro tempo e tentaram pressionar na volta do intervalo, sem sucesso.

Já o maior tropeço veio com o Arsenal, em partida na qual tinham toda a obrigação de vencer. Os Gunners receberam no Estádio Emirates o Swansea, seriamente ameaçado pelo rebaixamento. Mas ajudaram os galeses a respirar. Os londrinos até saíram em vantagem, com tento de Joel Campbell, após passe magistral de Alexis Sánchez, e acertaram a trave três vezes. Acabaram tomando a virada por 2 a 1, em dois cochilos defensivos. Aos 32 do primeiro tempo, em um lance no qual os Gunners reclamaram de falta, Wayne Routledge saiu com o caminho livre para marcar. Já aos 29 da etapa complementar, após uma saída desastrada de Petr Cech, Ashley Williams desviou para as redes e decretou o placar final. Pior, Arsène Wenger confirmou após a partida que o goleiro tcheco se lesionou.

Por fim, o Liverpool se impôs de uma maneira impressionante contra o Manchester City, especialmente após o jogo duro na final da Copa da Inglaterra: 3 a 0 em Anfield. A precisão dos Reds pesou muito, com sete finalizações a gol, enquanto os Citizens deram míseros quatro arremates. Destaque principalmente para Adam Lallana, que voou em campo e abriu o placar com um bonito gol, além de servir grande assistência. Roberto Firmino e James Milner também contribuíram com um gol e uma assistência cada. E o resultado em Liverpool beneficiou o Manchester United, que sofreu, mas bateu o Watford por 1 a 0 em Old Trafford. O gol só saiu aos 39 do segundo tempo, em bonita cobrança de falta de Juan Mata.

Os resultados da 28ª rodada ainda colocam fogo no grande clássico que acontece no próximo sábado: o Tottenham recebe o Arsenal em White Hart Lane, podendo prejudicar os rivais ou abrir o caminho para o Leicester. As Raposas, todavia, também não terão vida fácil ao visitarem o Watford em Vicarage Road. Enquanto isso, o Manchester City deverá somar pontos fáceis em casa contra o Aston Villa e o Manchester United pegará o West Bromwich em The Hawthorns. Quanto mais se afunila, mais incendiária fica a temporada da Premier League.

Abaixo, confira o principal gol de cada partida desta quarta: