O início da decisão da Conferência Leste da Major League Soccer deste ano foi bem maluco. Tudo começou com um atraso de quase meia hora na primeira partida entre Montreal Impact e Toronto, em Quebec. O motivo? Erraram a metragem no momento de marcar as linhas da área dentro do campo, e só perceberam isso pouco antes do jogo. Depois, quando foi dado o apito inicial, o time da casa abriu uma vantagem de dois gols em 12 minutos de partida, sendo ambos os tentos marcados em um curto espaço de tempo. Vinha goleada por aí? Bem, parecia que sim. Tudo indicava que a equipe de Greg Vanney iria ter que dançar para conseguir o título da conferência e a vaga na MLS Cup. Mas não foi bem o que aconteceu. Sob muita pressão, o Toronto venceu o segundo 401 Derby da Conferência Leste por 5 a 2 e disputará a taça final com o Seattle Sounders, em casa.

LEIA MAIS: Montreal cometeu trapalhadas fora e dentro de campo na final da Conferência Leste da MLS

O valor investido nas ótimas contratações nestas últimas temporadas não foi em vão. Michael Bradley, Jozy Altidore e Sebastian Giovinco foram os principais condutores do Toronto até a final que se aproxima, a primeira da história do time de Ontário. Principalmente os dois últimos. No jogo desta quarta-feira, a resposta que eles deram ao gol do Montreal, que saiu na frente no placar aos 24 minutos do primeiro tempo e aumentou sua vantagem para 4 a 2, foi fantástica. Foi na bola parada que veio o empate. O italiano cobrou escanteio e Nick Hagglund cabeceou, deixando tudo igual no BMO Field. Poucos minutos depois, antes do intervalo, Giovinco, novamente, mostrou por que é chamado de ‘estrela’ batendo um novo escanteio certeiro, bem na cabeça de Altidore, que só fez pressionar para o fundo da rede.

O resultado desfavorável já não mais persistia, mas 36 mil pessoas presentes no estádio ainda não estavam satisfeitas e convencidas com aquele 2 a 1. E elas estavam certas em temer um empate, porque ele de fato aconteceu com menos de dez minutos rolando na segunda etapa. O Montreal voltou à campo pressionando mais e com mais disposição para marcar do que o Toronto, até que o argentino Ignacio Piatti esticou o placar para o seu time. 5 a 4 no agregado. E, assim como no início do primeiro jogo da decisão, parecia que viriam mais. A equipe visitante corria atrás do resultado definitivo a todo custo. Queria sentenciar a partida de qualquer forma. Se focou tanto na ofensiva que acabou pecando pela terceira vez no jogo na bola parada, com Hagglund marcando mais um de cabeça após escanteio.

Foi faltando aproximadamente 15 minutos pro fim do duelo que Mauro Biello decidiu lançar Didier Drogba em campo. E mesmo jogando no abafa, pressionando e tendo controle do jogo, não saía o gol da virada de jeito nenhum. O clima de jogar para cima e buscar o terceiro tento, porém, foi cortado quando Giovinco saiu de campo lesionado, aos cinco minutos dos acréscimos. A saída da principal peça do time do Toronto, que deveria ser algo vantajoso para o Montreal, deu margem para os visitantes tomarem mais dois gols no final da partida. Benoit Cheirou substituiu o italiano, e em seu primeiro toque na bola aproveitou para tocar na ferida do Impact: a bola parada. 4 a 2, e ainda viria Tosaint Ricketts instantes depois para fazer o quinto, com assistência de Altidore.

Com isso, o Toronto garantiu o título da Conferência Leste e está na final da Major League Soccer. Agora, encara o Seattle Sounders no próximo dia 10, para a grande decisão. O jogo acontecerá no BMO Field, e esta será a segunda vez que um confronto pelo título da MLS ocorrerá no estádio canadense (que, inclusive, foi o primeiro do país a receber uma final do campeonato em 2010). Depois de dois 401 Derbies bastante pegados, o Toronto vai com muita confiança e força para a decisão. Força que, aliás, seus jogadores e torcedores fizeram questão de passar para os familiares das vítimas do acidente da Chapecoense e o próprio clube. Na outra ponta do continente, um minuto de silêncio foi respeitado antes da partida, além da torcida do time de Ontário e o autor do último jogo terem feito estes tributos incríveis:

 

.

Vídeo com os melhores momentos da partida entre Toronto e Montreal Impact: