Entre a festa que as torcidas de Borussia Dortmund e Liverpool fizeram no Westfalenstadion para as quartas de final da Liga Europa, nesta quinta-feira, uma faixa destacou-se, pelo menos para nós brasileiros. Um grupo de torcedores do Liverpool levou uma mensagem de apoio à presidente Dilma Rousseff (PT), que passa por um processo de impeachment na Câmara dos Deputados.

LEIA MAIS: Atletiba na Arena da Baixada foi marcado por protestos contra governo e apoio a Moro

Em um dos setores do estádio, o banner trazia uma imagem simbólica do Doutor Sócrates, um dos principais rostos da Democracia Corintiana e ativista pró eleições diretas nos anos oitenta, com a palavra “Democracia” na faixa que ele usava para segurar os cabelos. A mensagem: “Não terá golpe no Brasil”.

O Partido dos Trabalhadores e o Palácio do Planalto defendem-se das acusações de que a presidente Dilma cometeu crime de responsabilidade, quando contraiu empréstimos de bancos públicos para fechar as contas em dia, dizendo que a oposição afronta a democracia ao tentar operar um golpe. Os apoiadores do impeachment alegam que estão apenas seguindo a constituição.

A faixa até apareceu na transmissão, nos primeiros lances de arquibancada, atrás de Jürgen Klopp:

faixa golpe