Por motivos de segurança, vários times da Premier League são repletos de regras sobre como os torcedores devem se comportar dentro de um estádio. A elitização do público causada pelo alto preço de ingressos também contribuiu para que, com o passar dos anos, a vibração vinda das arquibancadas diminuísse gradativamente. Na contramão disso, a torcida do Crystal Palace, sempre conhecida por seu clima festivo, deu mais um exemplo de como festejar, independentemente das circunstâncias. No clássico londrino contra o West Ham neste sábado, vencido pelos visitantes por 3 a 1, muitas bandeiras, faixas e até mesmo chuva de rolos de papel higiênico compuseram o clima antes da entrada dos times no Selhurst Park.

VEJA TAMBÉM: Com um ano de atraso, reforços do Tottenham começam a dar resultado

Enquanto no Stamford Bridge os torcedores sequer podem ficar de pé e no Old Trafford recentemente o uso de tablets foi proibido, a diretoria do Crystal Palace parece dar à sua torcida a possibilidade de ocupar sua casa da maneira como achar melhor. Se até quando estão como visitantes os torcedores do Palace não deixam de chamar atenção para o canto em que estão, com os gritos quase incessantes, por que teriam limitação justamente como anfitriões, não é mesmo?