Desgraça de uns, festa de outros. Enquanto a torcida genoana ainda está estupefata pelo rebaixamento do clube à Série C1, as torcidas organizadas da Sampdoria, o outro clube de Genova, saíram às ruas da cidade para comemorar a desgraça do rival da maneira mais estrondosa possível.

Nas comemorações, de acordo com a imprensa local, já apareceram até formas de ‘homenagem’ irônica ao ex-presidente do Genoa, Enrico Preziosi. Uma delas é a distribuição de ‘santinhos’ com a imagem do dirigente, que circulam entre os sampdorianos. Outra são campainhas de celular com a frase “non molo, non mollo, non mollo”, (“não desisto, não desisto, não desisto”), pronunciadas por Preziosi na festa de comemoração da promoção genoana.

Enrico Preziosi assumiu o Genoa dois anos atrás, depois de afundar o Como, então rebaixado à Série B. No Genoa, investiu bastante, contratando jogadores para o clube alcançar a Série A. No entanto, na última partida do clube na temporada passada, Preziosi teria oferecido uma soma em dinheiro a dirigentes e jogadores do Venezia (último adversário do Genoa no campeonato) para que eles facilitassem a partida. Flagrado em conversas telefônicas, o dirigente e o clube foram punidos pela Comissão Disciplinar.