Cássio não defendia a camisa do Corinthians há muito tempo. A sua última aparição havia sido em 17 de maio, na goleada por 7 a 2 sobre o Deportivo Lara, antes de se apresentar à seleção brasileira para a Copa do Mundo. Walter defendeu as metas corintianas em oito partidas – com apenas uma vitória. É um bom goleiro, mas o torcedor deve ter gostado de ver o seu ídolo novamente debaixo das traves, nesta quarta-feira, na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo. Principalmente porque Cássio fez uma partida maravilhosa.

LEIA MAIS: Como os clubes da Série A se mexeram no mercado durante a pausa da Copa do Mundo

O Corinthians abriu o placar no começo do jogo, em Itaquera, com um golaço de Rodriguinho, e ampliou, depois do intervalo, com Romero. Mas levou uma bela pressão do Botafogo. Foi a oportunidade para Cássio dar um show às arquibancadas no seu retorno ao time depois do Mundial. Fez uma boa defesa em bomba de Pimpão e em outra de Gilson, além de duas espalmadas importantes por cima do travessão, nos acréscimos da partida. Mas o que fez aos 40 minutos do segundo tempo foi absurdo.

Escanteio cobrado pela esquerda. A bola passou por todo mundo, menos por Kieza, que conseguiu completar de joelho, em direção ao canto esquerdo de Cássio, que se jogou e espalmou a bola em cima da linha. O rebote ainda ficou com Pimpão, que pegou de primeira. E Cássio defendeu com o pé direito, contribuindo para três pontos importantes para o Corinthians, que não ganhava pelo Brasileirão há quatro rodadas.

.

Faixa bônus

Ao fim do jogo, um garotinho invadiu o gramado e abraçou Cássio. Os seguranças apareceram para retirá-lo. Mas o goleiro pediu um minutinho para presentear o moleque com a camisa da sua grande exibição.

Também vale ver o golaço do Rodriguinho: