Após as ameaças de ser punido por suas declarações, Francesco Toldo acabou perdoado após conversar hoje com Roberto Mancini e Giacinto Fachetti, presidente da Internazionale. O goleiro havia reclamado por ser reserva de Júlio César, e disse que “antes, na Inter, para jogar, era necessário ter experiência”.

O goleiro revelou o conteúdo das conversas que teve como Facchetti e Mancini. “Falei com o presidente e com o treinador e esclareci minha vontade de trabalhar pelo bem da equipe. Ressalto que, da minha parte, nunca houve a intenção de conturbar a tranqüilidade do ambiente”.

Toldo ainda defendeu-se das acusações de querer tumultuar o ambiente do clube. “Desagrada-me muito que algumas pessoas tenham distorcido minhas declarações para me fazer parecer polêmico, o que não é da minha natureza”.

Mancini confirmou ter deixado tudo em pratos limpos com o jogador. “Está tudo esclarecido com o Toldo. Agora o mais importante é voltarmos a vencer”.