O São Paulo conquistou o título do Campeonato Brasileiro da Série A2, a segunda divisão, no futebol feminino. O empate por 1 a 1 no Estádio das Alterosas diante do Cruzeiro foi suficiente para garantir a taça, já que a equipe venceu o primeiro jogo por 4 a 0. No primeiro ano do retorno do futebol feminino profissional do clube paulista, veio a conquista do título do principal torneio disputado.

No jogo em Minas, o São Paulo saiu atrás no primeiro tempo. Aos 32 minutos, pênalti para o Cruzeiro. Duda cobrou, mas a goleira Carla defendeu. A bandeirinha sinalizou que a são-paulina se adiantou, o que o replay desmentiu. Na segunda cobrança, Duda marcou 1 a 0 para o Cruzeiro.

No começo do segundo tempo, o São Paulo empatou em uma cobrança de escanteio. Ary cobrou na área e Ottilia subiu bem e cabeceou para as redes: 1 a 1 no placar. Um balde de água fria na empolgação cruzeirense, que pressionou no primeiro tempo para tentar entrar na disputa e diminuir a desvantagem enorme do primeiro jogo.

A conquista do título brasileiro da segunda divisão é um passo importante do time feminino do São Paulo, que ainda tem no seu elenco a atacante Cristiane, que não jogou o Brasileiro por estar machucada. A festa das jogadoras, porém, não pode ser longa: o time retorna à capital para jogar na quarta-feira, dia 28, às 16h, contra o Santos, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista. O jogo será transmitido pela internet, no site da Federação Paulista de Futebol.

“Fico feliz como torcedora, jogadora, representando essa camisa e vendo todo mundo aqui do time defendendo essa camisa com a mesma vontade que eu. Esse título foi para coroar um time que trabalha demais, que fez por merecer estar aqui”, afirmou Ary, camisa 10 do São Paulo, que foi convocada pela técnica Pia Sundhage para a seleção brasileira, ao site do São Paulo.

Um dos trunfos do São Paulo foi a defesa. O time levou apenas quatro gols durante o torneio, sendo três deles de pênalti. “Fizemos uma bela partida no primeiro jogo e lá a gente garantiu o título, pois sabíamos que não levaríamos uma virada dessas”, comentou a camisa 10. “Sabor especial demais, mesmo sabendo que é Série A2, esse grupo já provou que pode ir muito longe. É comemorar o título, mas sabendo que no meio da semana já tem jogo do Paulista”, comentou Ary.

“É uma alegria enorme, marcamos o início de uma nova era no São Paulo. Estávamos com muita ambição de conseguir esse título e começar nossa história. É um feito para que a gente possa continuar fazendo o melhor de nós e buscando sempre mais pelo futebol feminino brasileiro. É um sentimento muito bom e estamos felizes”, comentou Cris, uma das mais experientes jogadoras do grupo.

Todos os jogos do São Paulo no Brasileiro da Série A2:

Primeira fase

São Paulo 1 x 0 América/MG

Chapecoense 0 x 6 São Paulo

São Paulo 6 x 0 Duque de Caxias

São Paulo 7 x 0 Botafogo

Vila Nova 1 x 6 São Paulo

Oitavas de final

Botafogo/PB 0 x 2 São Paulo

São Paulo 4 x 0 Botafogo/PB

Quartas de final

Taubaté 1 x 0 São Paulo

São Paulo 3×0 Taubaté

Semifinal

São Paulo 1×0 Palmeiras

Palmeiras 1×1 São Paulo

Final

São Paulo 4 x 0 Cruzeiro

Cruzeiro 1×1 São Paulo

13 Jogos – 10 Vitórias, 2 empates e 1 Derrota

GOLS: 42 pró, 4 contra, saldo 38 gols

Artilheiras do São Paulo: Larissa Santos e Valéria (6), Jaqueline (5), Ottilia (4) e Milena (3)