Tite confirma Weverton e Douglas Luiz titulares e Éverton Ribeiro entra se Neymar não puder jogar

O técnico da seleção brasileira, Tite, definiu o time titular que jogará contra a Bolívia nesta sexta-feira e já disse inclusive quem é que joga caso Neymar não tenha condições de jogar. O Brasil estreia nas Eliminatórias da Copa nesta sexta-feira, às 21h30 e o treinador da Seleção não fez mistério para dizer quem jogaria. O que chama a atenção é Weverton e Douglas Luiz como titulares, além da possibilidade de Éverton Ribeiro como substituto de Neymar, que ainda é dúvida.

[foo_related_posts]

Com isso, o time confirmado por Tite na coletiva de imprensa desta quinta-feira foi: Weverton; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Douglas Luiz e Philippe Coutinho; Everton, Roberto Firmino e Neymar (Éverton Ribeiro).

Com a ausência de Alisson, foi chamado o goleiro Éderson, do Manchester City. Na convocação original, ele tinha sido deixado de fora, depois de uma lesão que o afastou do gramado. Ele voltou a campo e foi bem nos jogos do time inglês. Porém, como entrou na lista depois da lesão de Alisson, embora seja, habitualmente, o segundo na preferência de Tite, quem joga é Weverton, que se tornou um  jogador com muita confiança de Tite.

O goleiro do Palmeiras, que já estava na lista junto com Santos, do Athletico Paranaense, terá a chance de ser titular. “São três grandes goleiros. A campanha toda do Weverton, fazendo mais de 20 jogos em uma sequência de retomada em alto nível, o credenciou nesse momento a ser o goleiro”, afirmou Tite.

No meio-campo, havia a expectativa de Bruno Guimarães ganhar o lugar no lugar que era de Arthur e atuar ao lado de Casemiro. Porém, a opção da comissão técnica é de ter Douglas Luiz, ex-Vasco, e que está no Aston Villa. Ele é um volante mais forte fisicamente, que tem o lançamento longo. Bruno Guimarães será opção no banco.

“O nosso lado esquerdo é que vai dar liberdade maior para o lateral, onde vai ter o atacante que também tem essa função. Ele vai fazer articulação, um jogador que abastece esses homens de frente e que seja como reboteiro. Ele tem valências técnicas, ele bate bem na bola de média distância, é um jogador competitivo”, explicou Tite.

César Sampaio, que se tornou auxiliar permanence, também falou sobre a mudança. “Harmonizar os setores, a gente entende que o lado onde nós damos mais amplitude com o lateral. Essa organização ofensiva sustentada te dá um equilíbrio maior. É um jogador que fez por onde, mereceu essa oportunidade. Tive a oportunidade de acompanhar in loco e em treinamentos e a expectativa é muito boa”, afirmou o ex-volante.

Neymar saiu do treino com um problema na lombar nesta quarta-feira, o que o tornou dúvida para a partida. “Ontem [quarta], ele não conseguiu treinar, relatou dores na região lombar, sem trauma. Durante o aquecimento ele foi avaliado e retirado do treino. Ele teve uma pequena melhora de ontem para hoje. Mas não temos nem 24 horas da dor mais intensa. É importante relembrar que tivemos um deslocamento com ônibus, avião, isso tudo dificultou um pouco o tratamento. Ele vai ficar no hotel fazendo um trabalho intensivo e vamos aguardar a resposta dele para que possamos amanhã passar uma posição mais definitiva para o Tite”, afirmou o médico Rodrigo Lasmar.

Caso Neymar não possa jogar, Tite já definiu o substituto: Éverton Ribeiro, do Flamengo. O meia tem sido um dos principais jogadores do país há algum tempo. Teve um 2019 exuberante e mantém o ótimo nível em 2020. Ele, porém, é um jogador bastante diferente de Neymar. Éverton pode atuar pela ponta como um articulador, caindo do lado para o meio, chutando de fora da área e dando passes. Neymar é mais atacante, chega mais à área para finalizar, embora também tenha grande qualidade de passes.

Seja com Neymar disponível ou não, seria interessante ver Éverton Ribeiro tendo minutos em campo. Ele é um jogador que fez por merecer uma chance e mostrou qualidades que podem ser úteis para o time. Também será curioso ver o papel de Philippe Coutinho, que recomeçou a sua vida no Barcelona e tem ido bem, ainda que sem um grande destaque.

NA TV
Brasil x Bolívia
Sexta, 9 de outubro, 21h30
Neo Química Arena

Globo, SporTV