A Professional Footballers’ Association (PFA) elegeu o time do ano na Premier League. Sim, antes mesmo do fim do campeonato. A associação pede aos jogadores para votarem nos seus preferidos e, portanto, foram os próprios jogadores que elegeram o time. Parece que faltou separar volantes e meias, porque o time, no papel, não marca ninguém. De qualquer forma, como esperado, o Manchester City domina as indicações. São cinco dos 11 titulares vindos do campeão, com outros três jogadores do Tottenham, um do Manchester United, um do Chelsea e um do Liverpool.

LEIA TAMBÉM: A ideia por trás da vitória: um vídeo sensacional do Manchester City mostra filosofia de Guardiola

O goleiro David De Gea, um dos principais jogadores do Manchester United na temporada, está no time da temporada da PFA pela quarta vez em cinco anos. Ele tem o mais alto índice de defesas dos chutes contra ele, com 80%. Nenhum outro goleiro das grandes ligas tem um aproveitamento como esse.

Os maiores concorrentes pelo prêmio de melhor jogador da Premier League na temporada estão no time, como também era de se esperar. O meia Kevin De Bruyne, do Manchester City, compõe o meio-campo do time do ano. O atacante Mohamed Salah, do Liverpool, também aparece na equipe, com seus impressionantes 30 gols na liga – e contando.

Além de De Bruyne, Kyle Walker, Nicolás Otamendi, David Silva e Sergio Agüero representam o campeão Manchester City no time do ano. Praticamente metade dos eleitos são do time campeão com mais antecedência na história da Premier League. No próximo dia 22 de abril, serão revelado quem é o melhor jogador da temporada, segundo os próprios jogadores.

O time é formado por: David De Gea (Manchester United); Kyle Walker (Manchester City), Jan Vertonghen (Tottenham), Nicolás Otamendi (Manchester City) e Marcos Alonso (Chelsea); David Silva (Manchester City), Christian Eriksen (Tottenham) e Kevin De Bruyne (Manchester City); Mohamed Salah (Liverpool), Harry Kane (Tottenham) e Sergio Agüero (Manchester City).