Tevez, Rooney, Lahm, mas também Le Tallec e Evandro Roncatto: os 59 jovens mais promissores do Football Manager 2005

Não dá para acertar todas

Com uma ampla rede de olheiros, o Football Manager tem uma capacidade quase mágica de prever quais são as grandes promessas do futebol mundial. Mas nem mesmo o melhor simulador de futebol consegue acertar todas. Basta passar o olho na lista dos 59 mais bem conceituados “miúdos maravilha” da edição de 2005, que o Daily Mirror pinçou na rede mundial de computadores.

[foo_related_posts]

Ela começa na temporada 2004/05, e algumas projeções foram certeiras. O jogo, por exemplo, dava muito potencial para Philipp Lahm, que dava seus primeiros passos emprestado ao Stuttgart, e a Fernando Torres, jovem da base do Atlético de Madrid. Esperava grandes feitos de Carlos Tevez, que em breve se transferiria ao Boca Juniors, e Javier Mascherano, ainda no River Plate.

Vincent Kompany, ainda ano Anderlecht, Cesc Fàbregas, no Arsenal, e Bastian Schweinsteiger, do Bayern, são outros então garotos que se tornaram notáveis nomes do futebol europeu, assim como a dupla holandesa Wesley Sneijder e Rafael van der Vaart e o garoto Wayne Rooney, do Manchester United.

Houve uma boa taxa de acerto no futebol brasileiro também. O jogo dava moral para nomes como Fred e Nilmar, que se tornariam colegas no Lyon, e Vagner Love, que estava no CSKA Moscou. Robinho e Diego eram barbadas depois do que fizeram pelo Santos, mas também havia potencial em Alan Kardec e Ederson, ex-Lyon, Lazio e Flamengo – além de Evandro Roncatto, mas não dá para acertar todas. André Bahia, também destacado, teve uma carreira sólida pelo Feyenoord.

E nessa categoria, havia, por exemplo, o goleiro Libis Andrés Arenas, então companheiro de Fredy Guarín no Envigado. Enquanto Guarín teve uma carreira bem razoável, Arenas chegou a ser contratado pela Lazio, nunca jogou e depois passou a rodar a América do Sul em busca e um joguinho.

Havia Alexsandr Chernov, do Arsenal Tula, que passou a carreira inteira na região segundo um leitor informou ao Daily Mirror – e temos que acreditar nele porque o Google não nos passa mais informações. Ou Anthony Le Tallec, que depois de ganhar alguns minutos no Liverpool dou por diversos clubes da França.

Valeri Bojinov – esse eu lembro bem porque contratei várias vezes – fazia muitos gols no mundo virtual, ainda mais se comparando com a vida real, na qual nunca passou de 30 por nenhum dos clube que defendeu, como Juventus e Manchester City.

Confira a lista das 59 melhores promessas do Football Manager 2005:

Philipp Lahm – Bayern de Munique/Stuttgart
Vincent Kompany – Anderlecht
Fernando Torres – Atlético de Madrid
Carlos Tevez – Boca Juniors
Obafemi Martins – Internazionale
Javier Mascherano – River Plate
Freddy Adu – DC United
Fernando Cavenaghi – Spartak Moscou
Anthony Vanden Borre – Anderlecht
Cesc Fàbregas – Arsenal
Gaël Clichy – Arsenal
Fredy Guarín – Envigado
Libis Andrés Arenas – Envigado
Bastian Schweinsteiger – Bayern de Munique
Alesandr Kerzhakov – Zenit
Igor Akinfeev – CSKA Moscou
Kostadin Hazurov – CSKA Sofia
Alexasandr Chernov – Arsenal Tula
Johan Vonlanthen – PSV
Ciprian Marica – Shakhtar Donetsk
Jonathan Legear – Anderlecht
Valeri Bojinov – Lecce
Jeremy Mathieu – Sochaux
Nelson Haedo Valdez – Werder Bremen
Steven Taylor – Newcastle
Konstantyn Yaroshenko – Shakhtar Donetsk
Fred – Cruzeiro
John Jairo Mosquera – River Plate
Nilmar – Lyon
Hatem Ben Arfa – Lyon
Vagner Love – CSKA Moscou
Nicolae Mitea – Ajax
John Heitinga – Ajax
Lukas Podolski – Colônia
André Bahia – Flamengo
Billy Jones – Crewe
César Augusto Fawcett – Atlético Júnior
Edixon Perea – Atlético Nacional
Wesley Sneijder – Ajax
Alessio Cerci – Roma
Rafael van der Vaart – Ajax
Robinho – Santos
Wayne Rooney – Manchester United
Diego – Porto
Cristiano Ronaldo – Manchester United
Alan Kardec – Vasco
Anthony Le Tallec – Liverpool
Lebohang Mokoena – Orlando Pirates
Daniel Fredheim Holm – Valerenga
Tom Huddlestone – Derby County
Evandro Roncatto – Guarani
Ederson – Juventude
Benedict Vilakazi – Orlando Pirates
Jan Kristiansen – Esbjerg
Eddie Gaven – MetroStars
Junior Khanye – Kazier Chiefs
Hossein Kaebi – Al-Sadd
Alejandro Sanchéz Fernández – Atlético de Madrid
Carlos Vela – Chivas Guadalajara