Cercado de grandes expectativas, o amistoso entre Holanda e Itália na Amsterdam Arena terminou mesmo num empate, frustrando os presentes. Duas das seleções mais tradicionais do cenário mundial entraram em campo na capital holandesa e  o placar foi 1 a 1, com gols de Lens e Verratti, nos acréscimos do segundo tempo.

Certamente foi uma exibição decepcionante do lado italiano, que já conta com vários atletas consolidados. Na contramão, a Holanda de Louis Van Gaal entrou recheada de novas atrações e buscou entreter mais o público presente.

Os donos da casa partiram logo para cima dos italianos, sempre usando de muita velocidade e a técnica de Van Persie. Levando mais perigo ao gol de Buffon no início do jogo, a Holanda esteve  mais perto da vitória. Em alerta, Buffon salvou aos 16 minutos um chute de Maher, que se encontrava completamente desmarcado dentro da área.

Foi aí que a estrela do ótimo Lens brilhou. Aos 33, o atacante do PSV estava bem colocado quando pegou o rebote de Maher e deu um drible incrível em Astori, jogando por cima do beque rival. Livre, só mandou no meio da meta para inaugurar o marcador.

A reação da Itália veio com Balotelli, que arrematou para tentar vencer Krul, mas foi impedido por Indi. Minutos depois, Montolivo foi quem apareceu no ataque e De Vrij aliviou a barra da retaguarda laranja. Até o fim do confronto, os visitantes apenas assistiram aos holandeses arrematarem. Ola John estava inspirado até ser substituído por Kuyt, aos 15 da etapa complementar.

Com Verratti no lugar de De Rossi, a Itália ficou mais móvel. Outra alteração que surtiu efeito no lado de Cesare Prandelli foi a de Osvaldo na vaga de Balotelli, que não esteve muito bem. Monótono, o amistoso se arrastou nos 45 minutos finais e excetuando algumas defesas por parte de Buffon, esteve longe de empolgar quem assistia.

Nos descontos, uma tabelinha entre Gilardino (que substituiu El Shaarawy, outro apagado) e Verratti, o volante do PSG completou e bateu rasteiro no canto de Krul, 1 a 1 e fim de papo em Amsterdã. Na somatória geral de encontros entre as duas seleções, a Itália continua em vantagem, com sete vitórias.

Os holandeses venceram apenas três e empataram em outras nove. Curiosamente, a última vez em que os dois se encontraram, também terminaram em igualdade, só que sem gols, em novembro de 2009.