O técnico do Brescia, o ex-jogador Fabio Grosso, proferiu duras palavras para o atacante Mario Balotelli, que não esteve em campo na derrota do time neste domingo, diante da Roma por 3 a 0. Com elogios ao time, o treinador falou sobre a forma que o atacante da seleção italiana participa, ou não participa do jogo. E deu a entender que ele não é um jogador de equipe.

“A implosão foi o aspecto mais negativo desta tarde, porque nós fomos muito bem em segurar a Roma no primeiro tempo”, afirmou Grosso na Sky Sports Italia sobre a derrota do time. “Eu disse aos rapazes que o objetivo principal era ficar no jogo, porque nós teríamos as nossas chances, mas infelizmente nós sofremos gols inocentes e ficamos muito atrás”.

Balotelli ficou fora do jogo porque, segundo relatos, se envolveu em uma discussão com o treinador, que o acusou de ser muito lento e faltar intensidade. “Eu sou o técnico do time e eu vi o acesso do Brescia na Série B, com poucas mudanças, então eles estavam fortalecidos com aquele entusiasmo. As derrotas tiram a sua confiança e meu trabalho agora é ajudar o time a redescobrir essa confiança em situações complicadas, porque nós temos personalidade”, disse o treinador.

“Nós iremos sempre acabar falando sobre Mario, porque a imprensa ama prestar atenção a qualquer coisa que ele faça”, disse o treinador. “Eu disse a Mario desde o começo que ele pode ser um protagonista deste time se ele tiver a fome, a determinação, agressividade e entusiasmo, o tipo de características que frequentemente faltou a ele durante a carreira”, continuou.

“Como eu disse, ele é quem tem que tomar a decisão. Nós estamos no fundo da tabela e precisamos de mais do que apenas um atacante que possa chutar a bola firme e marcar gols quando pegar na bola. Nós precisamos de alguém pronto para trabalhar pelo time, lutar duro sem a bola e por todos os 90 minutos”, continuou Grosso. “Se nós temos alguém como Mario, que sofre para se colocar à disposição do time, então o Brescia não está em posição de apoiá-lo nesse papel”.

Grosso, de 41 anos, é um técnico novato e assumiu recentemente o Brescia, depois da demissão de Eugenio Corini, no início do mês de novembro. Balotelli, de 29 anos, acertou contrato com o Brescia no início desta temporada. Assinou contrato até 2022 com o clube que é da cidade onde cresceu. Na atual temporada, 2019/20, o atacante tem sete jogos e dois gols.