O técnico da seleção da Suécia, Janne Andersson, deu uma declaração forte em relação à presença ou não de Zlatan Ibrahimovic no elenco sueco que vai à Copa do Mundo de 2018, na Rússia. O técnico não incluiu o atacante, recentemente contratado pelo Los Angeles Galaxy, na ideia da seleção sueca para o Mundial. Mas não é uma decisão definitiva, segundo o treinador.

LEIA TAMBÉM: Ibrahimovic apresentou o seu personagem para Los Angeles em ótima entrevista

Durante a Eurocopa de 2016, Ibrahimovic confirmou os rumores que iria se aposentar da seleção depois do torneio. O time foi eliminado na primeira fase daquele torneio e o jogador decidiu pendurar as chuteiras do futebol de seleções. Os suecos conseguiram a classificação à repescagem nas Eliminatórias para a Copa do Mundo e, em dois jogos, eliminou a tetracampeã Itália, em novembro de 2017. Surgiu, então, o rumor que o jogador poderia retornar ao selecionado nacional. Uma possibilidade que ele mesmo confirmou, em entrevista após sua chegada ao Galaxy.

“Ibrahimovic disse não à seleção”, afirmou Andersson em entrevista à Svenska Dagladet. “Ele não estaria no time depois da Eurocopa e eu o respeito. Se você rejeita o time, eu não acho que você deve voltar. Eu respeito o que ele disse e aqueles que disseram ‘sim’. Ele não me ligou, mas ele definitivamente não está incluído nos planos para a Copa do Mundo”.

A porta, porém, não foi fechada para a possibilidade de Ibrahimovic ir à Copa. “Se ele está interessado em ir, se ele mudou de ideia, ele pode entrar em contato e nós conversaremos sobre isso”, afirmou o treinador.

Em entrevista a Jimmy Kimmel, ele afirmou que irá à Copa, deixando no ar se será para jogar ou apenas para acompanhar. Quando ele falou em março sobre conversar com pessoas da seleção sueca, surgiu a dúvida se a conversa era com o técnico e o próprio coordenador da seleção disse que quem conversava com Ibra era ele.