Jogo único como a Supercopa da Alemanha é uma coisa. Disputar 34 rodadas é outra. Mas a partida deste sábado, no Signal Iduna Park, mostrou um grande equilíbrio entre os dois melhores times do país. A diferença da vitória do Borussia Dortmund por 2 a 0 sobre o Bayern de Munique acabou sendo o jovem Jadon Sancho, autor de um gol e de uma assistência no evento que abre a temporada do futebol alemão. Foi o sexto título do Dortmund no torneio, contra sete do Bayern.

Os dois gigantes disputaram a salva de prata da última temporada até o fim. O Borussia Dortmund, começando um novo projeto com Lucien Favre, surpreendeu com uma grande arrancada, mas acabou sem fôlego, ultrapassado pelo Bayern de Munique nas voltas derradeiras. Contudo, as atuações dos bávaros de Niko Kovac não chegaram a impressionar.

Ambos partem para o segundo ano do trabalho de seus treinadores, com algumas mudanças significativas. O Bayern de Munique perdeu os baluartes Arjen Robben e Franck Ribéry e, por enquanto, abriu as carteiras apenas para reforçar a defesa, com Lucas Hernández, machucado, e Benjamin Pavard, que começou a Supercopa da Alemanha no banco de reservas. Embora ainda haja a forte especulação da chegada de Leroy Sané, o elenco ainda não pode ser considerado mais forte.

O Borussia Dortmund mexeu-se mais na pré-temporada, com as chegadas de Mats Hummels, Thorgan Hazard, Julian Brandt e Nico Shulz, o único que começou a partida como titular. Os times foram, portanto, praticamente os mesmos da última temporada, sem que o Bayern pudesse contar com o talento e a experiência de Ribéry e Robben.

Isso se traduziu em uma partida equilibrada e muito movimentada, com um excesso de desperdício no campo de ataque. Quem tomou a iniciativa foi o Bayern de Munique, com a posse de bola durante dois terços da partida e exigindo sete defesas do goleiro Marwin Hitz, ex-Augsburg, no lugar de Roman Bürki.

Antes do primeiro minuto, porém, foi Manuel Neuer quem precisou trabalhar. Ele mostrou estar com os reflexos em dia para defender uma finalização de Reus à queima-roupa, completando o cruzamento de Guerrero. Logo no começo do segundo tempo, Sancho ciscou pela direita e manteve a posse até rolar para Alcácer bater de primeira da entrada da área e abrir o placar.

A melhor chance do Bayern saiu em uma cabeçada de Coman, que Hitz conseguiu defender, e o rebote ainda foi cortado em cima da linha. Aliviando a pressão do Bayern, Sancho recebeu livre pela direita, na altura do meio-campo. Avançou até a área e bateu entre as pernas de Neuer para fazer 2 a 0. Sancho havia sido a grande notícia do Borussia Dortmund na última temporada e começou a atual com uma exibição de gala, enviando o alerta: é bom que o Bayern se cuide.