A torcida do Sunderland já se acostumou com o desespero. Desde que retornaram à Premier League, em 2008/09, os Black Cats correram o risco de rebaixamento em cinco oportunidades. Nesta temporada, convivem com a sexta ameaça, bastante real. Ao longo das primeiras 36 rodadas, a equipe só apareceu fora da zona da degola quatro vezes. Mas segue para a última semana respirando aliviada, graças a uma virada sensacional neste sábado. A derrota para o Chelsea no Stadium of Light se tornou palpável depois que os Blues estabeleceram a vantagem no placar por duas vezes. No entanto, os alvirrubros não abandonaram a luta e buscaram a vitória por 3 a 2 no segundo tempo. Resultado duplamente valioso, por tirar o Sunderland do Z-3 e ainda colocar o rival Newcastle em seu lugar.

O Chelsea abriu o placar com apenas 14 minutos, graças a Diego Costa. Khazri arrancou o empate aos 41 minutos, com um chutaço da entrada da área, mas os Blues foram para o intervalo com a vitória parcial, depois que Matic balançou as redes. Já a glória dos Black Cats veio em uma diferença de quatro minutos, entre os 22 e os 25 do segundo tempo. Fabio Borini igualou o marcador novamente, contando com a colaboração de Courtois. E o heroísmo recaiu sobre Jermain Defoe, em um lindo giro dentro da área, que causou uma erupção nas arquibancadas. Já ao final da partida, com o placar mantido, a torcida reagiu como se tivesse conquistado um título. Ressalta bem a importância do resultado.

Desde o início de março, o Sunderland estancou suas derrotas. Sofreu apenas uma nas últimas nove partidas – justamente para o campeão Leicester. E, ainda que o time também só tenha vencido duas vezes, o excesso de empates vale bastante para fugir do rebaixamento. Nesta corrida, Defoe desempenha um papel fundamental. O veterano é o artilheiro da equipe, com 14 gols. Balançou as redes cinco vezes nas últimas oito partidas, mantendo as esperanças da torcida no sonho de permanecer na elite. O clube briga com Newcastle e Norwich para escapar das últimas duas vagas à Championship.

A vitória deste sábado deixa o Sunderland um ponto acima do Newcastle, que não passou de um empate contra o já rebaixado Aston Villa. Disputa ferrenha entre os donos de uma das maiores rivalidades da Inglaterra. Já o Norwich, também tentando escapar da queda, aparece quatro pontos atrás dos alvirrubros. Contudo, enquanto os Magpies só têm mais um jogo a cumprir (e contra o Tottenham), Black Cats e Canaries jogam duas vezes até o fim da campanha. Chance dupla para o Sunderland se aliviar, recebendo o Everton na quarta e visitando o Watford no domingo. Chance dupla também para gozar a queda dos rivais.