Sunderland abre 3 a 1, mas City arranca empate no final

Aos 39 minutos do segundo tempo, o Manchester City parecia fadado à sua primeira derrota em casa. O Sunderland, conhecido como os Black Cats, pareciam que iriam aumentar a onda de azar do time. Só que, naquele minuto, o City conseguiu diminuir. E em uma reação relâmpago,ainda conseguiu empatar e sufocar até o final para ficar com ao menos um ponto.

Como esperado, o time da casa tomou a iniciativa do jogo. Porém, o time era ineficiente na criação. Tentou com alguns levantamentos para dentro da área. Era pouco. O time não se encontrava.

Em uma jogada pela esquerda de Sessegnon, que veio cortando para o meio, o atacante tocou para Larsson. O jogador, que tem histórico de bom chutador, colocou no canto, de fora da área e com precisão: 1 a 0 Sunderland, aos 30 minutos.

O City, então, tentou pressionar mais. Em uma jogada pela esquerda, o bósnia Edin Dzeko invadiu a área e foi derrubado por Craig Gardner. O atacante Mario Balotelli cobrou com categoria e tranquilidade para empatar o jogo, aos 43 minutos.

Só que o primeiro tempo ainda teria mais uma emoção aos torcedores. Em uma jogada pela direita, Sessegnon fez o que quis e cruzou para a área, onde o atacante Nicklas Bendtner estava bem posicionado para cabecear tirando do goleiro Joe Hart e balançar as redes no Etihad. Era o segundo do Sunderland: 2 a 1 para os Black Cats.

O segundo tempo prometia pressão dos mandantes, só que parece que o efeito acabou sendo o contrário. Nicklas Bendtner fez o passe para Larsson marcar o seu segundo gol no jogo e complicar ainda mais a situação do City: 3 a 1 para o Sunderland, logo a dez minutos.

O clima não era bom entre os jogadores. Ao menos foi o que demonstrou uma falta marcada na entrada da área e Mario Balotelli teve que ser contido para não partir para cima do companheiro de time, Aleksandar Kolarov, que queria cobrar a falta. E foi o sérvio que cobrou. Para fora.

O Sunderland, a essa altura, já se defendia com muita força e organização. O City parecia morto no jogo. Só que a reação veio aos 39 minutos do segundo tempo. Balotelli, que recebeu pela esquerda, fintou para o meio e bateu firme no alto, marcando um golaço. Parecia só mais um gol para diminuir o vexame. Mas não era.

Logo depois, veio mais um ataque pelo meio e, ao abrir o jogo para o lateral Kolarov, o sérvio não teve dúvida e chegou enchendo o pé. O goleiro Simon Mignolet ficou só olhando a bola entrar, nem pulou. Era o gol de empate do City, aos 41 minutos.

Dali em diante, foi só pressão. Os Citizens partindo para cima, um pouco no abafa, um, pouco na habilidade dos jogadores, contando ainda com o susto que os jogadores do Sunderland pareciam estar. No final, aos 49 minutos, empate em casa que permite ao Manchester United chegar a cinco pontos de vantagem se vencer na segunda.

Confira os jogos da 31ª rodada da Premier League:

Sábado, 31/mar
Aston Villa 2×4 Chelsea
Everton 2×0 West Bromwich
Fulham 2×1 Norwich
Manchester City 3×3 Sunderland
Queens Park Rangers 2×1 Arsenal
Wigan 2×0 Stoke
Wolverhampton 2×3 Bolton

Domingo, 1/abril
Newcastle x Liverpool
Tottenham x Swansea

Segunda, 2/abril
Blackburn x Manchester United