O confronto com mais favoritismo das quartas de final da Libertadores teve um final muito equilibrado. A Universidad de Chile arrancou um empate por 1 a 1 com o Libertad no Paraguai, mas acabou empatando pelo mesmo placar em casa e só conseguiu avançar graças aos pênaltis. Um sofrimento para a atual campeã da Sul-Americana.

Aos 17 minutos do primeiro tempo, falta na entrada da área para a Universidad de Chile. O meia Marcelo Díaz surpreendeu e cobrou por baixo da barreira: 1 a 0 para o time chileno. Parecia, então, que La U faria valer o seu favoritismo em casa. Não foi o que aconteceu.

Cinco minutos depois de sofrer o gol, o Libertad chegou ao empate. Em uma cobrança de falta do lado direito, o zagueiro Osvaldo González subiu e acabou desviando para a rede, marcando gol contra.

Com isso, o jogo ficou equilibrado. A Universidad de Chile, com mais volume, tentava pressionar no campo de ataque. O contra-ataque do Libertad, porém, era muito perigoso nos contra-ataques.

No segundo tempo, a Universidad de Chile melhorou. Passou a ameaçar o gol do Libertad, não apenas ficar com a bola no campo de ataque. Mesmo assim, a melhor chance veio com uma cobrança de falta de Díaz, novamente. O meia bateu com categoria por cima da barreira, o goleiro Rodrigo Muñoz fez uma grande defesa e a bola ainda bateu na trave.

Os contra-ataques do Libertad passaram a ser cada vez mais perigosos. Mais até do que os ataques da Universidad de Chile, que já não era mais capazes de assustar o goleiro do time paraguaio. E com o placar em 1 a 1, que levaria a partida aos pênaltis, os times passaram a se arriscar menos.

Só que aos 46 minutos, o Libertad chegou para definir o jogo. Em uma jogada pela esquerda, Rodolfo Gamarra tocou forte de cabeça e Jhonny Herrera fez uma grande defesa. Salvou a Universidad de Chile da eliminação. E a decisão foi mesmo para os pênaltis.

Nas cobranças da marca de 11 metros, pior para Ayala, que perdeu a sua cobrança. O goleiro Jhonny Herrera defendeu e foi fundamental para garantir a vitória por 5 a 3. Os chilenos comemoraram muito a vaga e enfrentam o Boca na semifinal. O primeiro jogo será na Argentina, o segundo no Chile.