Alex Ferguson condenou o ato de Luis Suárez durante o clássico entre Manchester United e Liverpool em Old Trafford. O atacante dos Reds se recusou a apertar as mãos de Patrice Evra antes da partida. Durante o primeiro turno do Campeonato Inglês, o uruguaio recebeu punição de oito partidas por dirigir ofensas racistas ao capitão dos Red Devils.

“Eu não podia acreditar nisso. Suárez é uma desgraça para o Liverpool. Ele poderia não ser permitido a jogar pelo Liverpool novamente. Ele poderia causa uma briga por sua atitude. Fiquei muito decepcionado com ele, foi terrível”, disse o treinador, em coletiva de imprensa após a vitória por 2 a 1 de sua equipe.

“Isso criou uma tensão, você via que o árbitro não sabia como lidar com isso. Ele foi pego desprevenido. Foi um começo terrível para o jogo, a atmosfera que ele criou em campo”

Ferguson ainda declarou a importância de se banir o racismo no futebol: “Temos que colocar a casa em ordem, lutando contra o racismo. É uma questão importante para o país. O futebol percorreu um longo caminho desde os dias em que jogavam bananas para John Barnes até onde estamos hoje. Não podemos voltar. Temos que ir em frente de uma forma positiva e banir isso completamente”.