Um dos mais tradicionais clubes alemães está de volta à Bundesliga, um ano depois de cair. O Stuttgart, campeão alemão há 10 anos, conquistou o título da segunda divisão e vai disputar a Bundesliga em 2017/18. O clube volta junto com o Hannover 96, outro clube rebaixado na temporada passada. O Eintracht Braunschweig, terceiro colocado, disputará um playoff com o Wolfsburg para decidir quem jogará a primeira divisão alemã.

LEIA TAMBÉM: Relógio intacto: gol no final, virada e Hamburgo se salva do rebaixamento mais uma vez

Neste domingo, o Stuttgart, que era líder, só precisava vencer para garantir o título e o acesso direto. Com 66 pontos, o time chegou à última rodada empatado com o Hannover, mas com vantagem no saldo de gols, primeiro critério de desempate. O Eintracht Braunschweig tinha 63 pontos e só não iria para os playoffs se o Hannover perdesse e ainda tirasse uma diferença de seis gols de saldo. Ou seja, a situação basicamente estava definida. Restava saber se Hannover ou Stuttgart levaria o título.

Em casa o Sttutgart recebeu o Würzburguer Kickers e contou com dois gols do artilheiro Simon Terodde para vencer por 4 a 1. .Terodde terminou a temporada com 25 gols na segunda divisão alemã, bem à frente do segundo colocado na tabela de artilheiros, o austríaco Martin Harnik, do Hannover, que ficou com 17.

Com média de mais de 50 mil pessoas por jogo no seu estádio, o público lotou a Mercedes-Benz Arena para ver o último jogo do time na temporada. Mais de 60 mil pessoas se reuniram no festival Canstatter Wasen. A cidade, com mais de 600 mil habitantes no Sudoeste da Alemanha, vibrou com a volta do clube à principal divisão do futebol alemão. A festa foi grande para a vitória do time, por goleada.

Fora de casa, o Hannover tinha que torcer por um tropeço do Stuttgart ou então tirar uma diferença de quatro gols de saldo. Só empatou com o Sandhausen fora de casa e terminou a temporada com 67 pontos. O Sttutgart ficou com a taça, com 69.

O Braunschweig ficou com 66 ao vencer o Karlsruher por 2 a 1, com um dos gols marcados por Dominick Kumbela, da República Democrática do Congo, artilheiro da equipe com 13 gols. O time fará a disputa com o forte Wolfsburg em dois jogos. O jogo de ida será na próxima quinta-feira, dia 25, na Volfswagen Arena, casa do Wolfsburg, às 15h30 (horário de Brasília). A volta será no dia 29, na segunda, no Eintracht Stadion, em Braunschweig.

Outros clubes tradicionais acabaram ficando pelo caminho. O Union Berlim, um dos mais tradicionais clubes da capital alemã, perdeu fôlego na reta final e terminou em quarto com 60 pontos, a seis do Eintrach Braunschweig. O time vinha com boa campanha, mas nos últimos 10 jogos foram só quatro vitórias, cinco derrotas e um empate.

Quem teve uma boa temporada, mas também foi mal na reta final foi o Dynamo Dresden. O time terminou a temporada com um empate por 1 a 1 com o Arminia Bielefeld em casa. Nas últimas 10 partidas, o time venceu só três, empatou outras três e perdeu quatro. Ficou em quinto lugar, com 50 pontos.

Na parte de baixo da tabela, mais clubes tradicionais, mas estes em apuros. O Karlsruher foi rebaixado com muita antecedência, em 18º e último lugar. O Würzburguer Kicker chegou à última rodada com esperança de escapar, ao menos indo para o playoff, mas a goleada diante do Stuttgart selou o rebaixamento.

Quem terá que lutar contra o rebaixamento à terceira divisão é o 1860 Munique, que terminou em 16º lugar na tabela. O time perdeu para o Heidenheim por 2 a 1, fora de casa, e acabou ultrapassado pelo Arminia Bielefeld.

O tradicional clube de Munique terá que disputar a repescagem contra o Jahn Regensburg, terceiro colocado da terceira divisão alemã. O time tem no seu elenco o brasileiro Victor Andrade, ex-Santos. Os jogos serão disputados nos dias 26 e 30 de maio, com o 1860 Munique decidindo em casa a segunda partida.