O técnico da Internazionale, Andrea Stramaccioni, afirmou neste sábado que não considera nenhum jogador do elenco indispensável para o clube. Nem mesmo Wesley Sneijder.

“Sob o ponto de vista técnico, Sneijder é insubstituível, mas nós estamos em um contexto particular no futebol onde o dinheiro manda”, disse, para depois elogiar alguns novos jogadores do clube.

“Palacio, Silvestre e Handanovic serão importantes, e Guarín jogará mais tempo nesta temporada. Acho que fizemos um bom trabalho no mercado e os jogadores estão motivados”.

Stramaccioni aproveitou a entrevista coletiva para elogiar o goleiro Júlio César, que está de saída do clube. “Acho que ele está entre os melhores goleiros do mundo, mas a Inter vem em primeiro lugar”, analisou, para depois colocar mais uma vez a questão financeira em discussão.

“São tempos difíceis, economicamente falando”.