A semana foi conturbada na Inglaterra. O jogo entre Liverpool e Manchester City acabou com vitória do primeiro por 3 a 1, e uma faísca desse jogo acabou incendiando a seleção inglesa. O atacante Raheem Sterling se desentendeu com Joe Gomez e atacou o defensor. Acabou afastado pelo técnico da Inglaterra, Gareth Southgate, do jogo contra Montenegro, vencido pelos ingleses por 7 a 0. Só que Joe Gomez acabou vaiado quando entrou em campo no segundo tempo, o que deixou o jogador arrasado e gerou reação do próprio Sterling, que saiu em defesa do companheiro.

“A todos os torcedores da Inglaterra, eu queria deixar as coisas como estão, mas nesta noite eu tenho que falar novamente: foi difícil para mim ver meu companheiro de time ser vaiado por algo que foi minha culpa. Joe não fez nada de errado e para mim, ver alguém que mantém a cabeça baixa e trabalha duro, especialmente depois de uma semana difícil para ele, ser vaiado quando ele entrou nesta noite foi errado. Eu assumi completa responsabilidade e aceitei a consequência. Eu senti que tinha que falar isso. Voltem todos para casa em segurança”, escreveu o jogador.

“Eu estou imensamente decepcionado por Joe”, disse o técnico Gareth Southgate, depois do jogo. “Joe não fez nada de errado e nenhum jogador da Inglaterra deveria ser vaiado quando estão vestindo esta camisa. Todos os jogadores estão particularmente decepcionados com isso”.

Segundo apurou o jornal Telegraph, Southgate teve que consolar Joe Gómez na quinta à noite, junto com a família do jogador, que ficou arrasado com o que aconteceu. Ser vaiado pela própria torcida, em um dia que o time venceu por 7 a 0, é algo realmente que machuca. O jornal conta que os jogadores já ficaram incomodados quando ele começou a ser vaiado, ainda timidamente, quando foi se aquecer. A vaia maior veio quando entrou em campo, aos 25 minutos do segundo tempo.

Os jogadores ingleses ficaram surpresos e irritados com a postura da torcida diante de Gomez. A noiva do jogador, Tamara, estava no estádio de Wembley e levou o filho do casal, Kyrie, ainda um bebê, para o seu primeiro jogo da seleção inglesa. Havia outros membros da família do jogador, além de amigos. Foram eles que tentaram consolar o jogador, que estava arrasado depois do jogo.

Há um rumor que o grupo quer que Southgate escale Gomez desde o início do jogo contra Kosovo, neste domingo, na última rodada da Eliminatórias da Eurocopa. A Inglaterra já garantiu a classificação à competição com a vitória sobre Montenegro. Além dele, será a volta de Sterling também e os dois no time titular seria também simbólico para tentar amenizar o episódio.

Sterling pediu desculpas a Gomez e também ao técnico e companheiros, inclusive o capitão da Inglaterra, Jordan Henderson, que também é do Liverpool. Sterling teve uma postura bastante íntegra ao defender Gomez prontamente. Espera-se que na partida contra Kosovo haja mais demonstração de união dos jogadores, que apoiam o defensor diante dessa vaia considerada insensível e injusta pelo grupo.