Sporting KC vence NY Red Bulls e garante vaga nos play-offs

O Sporting Kansas City venceu o New York Red Bulls nesse sábado por 2 a 0 e garantiu uma vaga nos play-offs da MLS. O jogo realizado no Livestrong Sporting Park teve como maior atração a expulsão de Thierry Henry, ainda no primeiro tempo. Fora do lance, o atacante francês teria acertado Roger Espinoza, que estava no chão após uma jogada, e recebeu cartão vermelho direto.

Com o resultado, o Sporting Kansas City garantiu sua vaga nos play-offs e deve ir como o melhor colocado do Leste e ficar uma rodada de folga. Enquanto isso, a situação do Red Bulls ficou pior. Os touros vermelhos ainda têm a última vaga disponível, mas ainda podem ser alcançados por Chicago na última rodada e Portland e DC United, que ainda tem um jogo a menos que o time da Big Apple.

Após cobrança de escanteio de Graham Zusi aos 57 minutos, a bola sobrou para o atacante Teal Bunbury, que acertou um pelo chute para abrir o placar. E aos 74, depois de outro escanteio cobrado por Zusi, CJ Sapong aproveitou bola que sobrou na pequena área para dar números finais à partida.

 

Quem também garantiu vaga nos play-offs foi o Philadelphia Union. Os Zolos ficaram só no empate contra o Toronto por 1 a 1, mas isso foi o suficiente. O francês Sebastien Le Toux marcou para o Union, enquanto Roger Johnson fez o gol do TFC.

Outro destaque desse penúltimo final de semana da MLS foi a última partida do veterano goleiro Kasey Keller em uma temporada regular de MLS. As 64 mil pessoas que foram ao CenturyLink Field levaram um banho de água fria quando Chris Wondolowski abriu o placar para o San Jose Earthquakes ainda no primeiro tempo. Mas Sammy Ochoa e Fredy Montero marcaram nos últimos dez minutos de jogo para garantir a vitória por 2 a 1 e a festa em Seattle.

O Columbus Crew também garantiu sua vaga nos play-offs nesse sábado ao vencer o New England Revolution por 3 a 0, com dois gols de Andres Mendoza e um de Dilly Duka. O Chicago Fire manteve as esperanças de pós-temporada ao vencer o DC United por 2 a 1, com todos os gols nos acréscimos. Dwayne De Rosario marcou para o DC aos 90 minutos, mas Sebastian Grazzini e Diego Chaves viraram o jogo aos 92 e 94, respectivamente.

O Dallas venceu o Vancouver por 2 a 0. Brek Shea e Marvin Chavez marcaram os gols dos texanos, que já estão nos playoffs. Nesse domingo apenas um jogo fecha o final da semana da MLS: Los Angeles Galaxy contra Chivas USA, o SuperClassico.