Karel Poborsky foi afastado nesta quinta do elenco do Sparta Praga e dificilmente participará do segundo jogo da equipe na Liga dos Campeões, na próxima terça, contra o Thun. O meia criticou o modo como o treinador Jaroslav Hrebik comanda o time, o que irritou os dirigentes do Sparta.

Poborsky se recusou a usar a braçadeira de capitão para a partida contra o Litvinov, pela Copa da República Tcheca, realizada nesta quarta. Na ocasião, o jogador disse que “o capitão deve ser uma extensão do treinador, mas não compartilho dos mesmos métodos”. Hrebik o havia deixado no banco na vitória contra o Vysocina Jihlava, em 10 de setembro, e o substituiu na derrota para o FC Slovacko no último sábado.

Daniel Kretinsky, vice-presidente do Sparta, confirmou o afastamento do jogador no site oficial do clube. Além disso, declarou que Poborsky deve treinar por conta própria para a próxima partida da República Tcheca nas eliminatórias, contra a Holanda, em 8 de outubro.