O Sevilla possui uma camisa pesada como nenhuma outra na Liga Europa. Os cinco títulos dos andaluzes falam por si, em dinastia construída em pouco mais de uma década. E não dá para descartar a equipe do rol de favoritos, especialmente depois de uma estreia como a desta quinta-feira. Os espanhóis viajaram até Baku e derrotaram o Qarabag por 3 a 0. Mais impressionante, com três belíssimos gols.

Todos os tentos saíram no segundo tempo. Chicharito abriu a contagem aos 17 minutos, numa cobrança de falta longe do alcance de Asmir Begovic – sim, ele está no Qarabag. Pouco depois, a partir de um contra-ataque, Munir El Haddadi guardaria o seu. Deu um tapa lindíssimo para encobrir o arqueiro. E ainda teria mais no fim. Em meio a uma troca de passes, Óliver Torres acertou uma puxeta e mandou para dentro. Trinca de pinturas.

O Sevilla encabeça o Grupo A. Na outra partida da tarde (que ganhará um texto logo mais aqui na Trivela), o Dudelange conquistou um resultado histórico: derrotou o Apoel Nicósia por 4 a 3, no Chipre, para registrar a primeira vitória de um clube de Luxemburgo nas competições europeias – sem contar preliminares, claro.