Dirigentes do Slavia Praga foram flagrados sorrindo quando descobriram que estavam no grupo de Barcelona, Borussia Dortmund e Internazionale, mas talvez estivessem rindo porque conheciam os problemas que seu time poderia causar a três camisas tão pesadas. Os tchecos ainda não venceram na fase de grupos, e nem seria justo esperar que tivessem, mas colecionam atuações valorosas e, nesta terça-feira, saíram do Camp Nou com o empate por 0 a 0, contra Messi, Griezmann e companhia.

A campanha começou com empate contra a Internazionale, arrancado pelos italianos aos 47 minutos do segundo tempo. O jogo mais fraco do foi a derrota para o Borussia Dortmund, por 2 a 0, mas o Slavia Praga conseguiu equilibrar o primeiro duelo contra o Barcelona e deve ter feito Johan Cruyff revirar-se em seu túmulo ao dominar vários períodos do jogo no Camp Nou.

Claro que falta a qualidade para ir além, mas o Slavia Praga mostrou-se um time organizado, com bom toque de bola, capaz de se manter em movimentação no campo de ataque por longos períodos. Foi melhor na primeira metade da etapa, embora a melhor chance tenha sido um contra-ataque de Semedo que parou nas pernas do goleiro Kolar.

Ser coletivamente superior ao Barcelona é possível (e, com Valverde, até frequente). O problema está no individual porque o outro lado tem um camisa 10 muito bom. Aos 34 minutos, Messi deixou a bola passar e driblou o primeiro. Avançou em velocidade pela direita, cortou ao meio, costurou os marcadores e soltou a esquerda de fora da área. O chute que sempre entra explodiu poeticamente no travessão.

Antes do intervalo, Kolar precisou se mexer muito bem duas vezes. Primeiro, espalmou o chute cruzado, forte e alto de Messi a escanteio e, na cobrança, defendeu à queima-roupa a cabeçada de Piqué. O Slavia Praga chegou a abrir o placar nos acréscimos, mas o gol foi devidamente anulado por impedimento de Jan Boril.

O Barcelona voltou melhor para o segundo tempo, embora a pressão inicial não tenha gerado grandes chances. Aos 20 minutos, Valverde tirou Dembélé, em outra péssima partida, para colocar o garoto Ansu Fati. Em uma de suas primeiras jogadas, pela esquerda, descolou um bonito passe com a parte de fora do pé. Messi completou, e Kolar fez outra boa defesa.

A partida seguiu ao fim, com o Barcelona buscando o gol da vitória, mas sem muita inspiração além de ações individuais. O resultado mantém o Barça na ponta, mas, por outro lado, ainda o deixa dependente de resultados nas rodadas finais. E o Slavia Praga, mesmo na lanterna com apenas dois pontos, retorna à Tchéquia com a cabeça erguida.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.