Carlos Carvalhal chegou há pouco tempo na Premier League, mas já tem conquistado os seus fãs. O antigo técnico do Sheffield Wednesday causa impacto no Swansea. Os galeses atravessaram um primeiro semestre de temporada horrível, mas começaram a se recuperar a partir da contratação do português, no final de dezembro. Desde então, os Swans sofreram uma mísera derrota (contra o Tottenham), deixaram a zona de rebaixamento, bateram adversários do cacife de Liverpool e Arsenal e ainda por cima golearam por 8 a 1 o Notts County na Copa da Inglaterra. E, como se os resultados não bastassem, o comandante dá diversas provas de ser boa gente.

Nos últimos tempos, suas entrevistas coletivas passaram a ganhar seguidamente as manchetes. Suas metáforas caem muito bem, a exemplo do que aconteceu nesta quinta. Perguntado sobre os riscos de rebaixamento, o lusitano foi enfático: “Nós estamos com a cabeça para fora da água e respirando ar puro, mas os tubarões continuam ao redor”. Além disso, até brincou que “prefere casar antes de pensar na lua de mel”, ao ser perguntado se os galeses podem sonhar com a parte de cima da tabela.

Mas nada supera o que aconteceu fora dos microfones. Antes da coletiva, Carvalhal ofereceu uma gentileza aos jornalistas. Passou com uma bandeja cheia de pasteizinhos de nata (também conhecidos como pastéis de Belém), uma tradição culinária de seu país, feitos por ele mesmo. “Eu sou o chefe”, disse, enquanto passava com os quitutes. E enganou um jornalista durante a entrevista, falando que “o canto da boca estava sujo com as migalhas do pastel”. Em quesito simpatia, está pronto para liderar o campeonato. Se Portugal deu o ‘Special One’ à Premier League, ao que parece, agora também encaminhou o seu ‘Nice One’.


Os comentários estão desativados.