O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, declarou que prefere que o seu time tenha menos posse de bola e, assim, sofra menos gols. O time, conhecido por ter uma defesa sempre muito forte, tem sofrido gols em quase todos os jogos da temporada, um aspecto que ainda incomoda o técnico argentino. O próximo jogo é contra o Getafe, neste sábado, pelo Campeonato Espanhol.

LEIA TAMBÉM: As diferenças entre Marcelo atacando e Marcelo defendendo, resumidas por um vídeo brilhante

“Do mesmo modo que temos feito mais gols, em algumas partidas temos tido a famosa posse de bola a favor, mas isso foi consequência dos gols que sofremos. Eu prefiro que façam menos gols e tenhamos menos posse de bola”, afirmou o Cholo, em coletiva de imprensa.

O Atlético de Madrid de fato tem de fato levado mais gols nesta temporada, algo que incomoda Simeone. Contra o Rayo Vallecano, o time venceu por 1 a 0, sem sofrer gols. Porém, nos outros jogos da temporada, o time sempre sofreu gols (venceu por 4 a 2 o Real Madrid na Supercopa da Europa, empatou com o Valencia por 1 a 1, perdeu do Celta por 2 a 0 e empatou com o Eibar por 1 a 1, além de ter vencido o Monaco por 2 a 1).

“Na partida contra o Eibar, poderíamos ter ganhado, fiemos o jogo que merecia chegar a um melhor resultado, fizemos o que o jogo pedia. Contra o Monaco, a equipe voltou a ter a sensação de melhora: linhas mais altas, equipe mais próxima, fizemos transições melhores no ataque. Pudemos fazer o gol de bola parada, que é importante porque temos um jogo aéreo forte com Diego Costa, Rodrigo, Saúl, Diego Godín… Griezmann e Lemar também podem aproveitar as chances, chutar a bola e marcar”.

Depois de tropeços neste início de temporada, Simeone foi perguntado sobre a avaliação de alguns que o time já fica atrás dos rivais e já está fora da disputa pelo título. “Nós temos recursos suficientes para continuar melhorando nesse aspecto. A temporada é longa, você sabe, é normal que as pessoas falem e julguem. A verdade será revelada no final. Neste caminho, haverá coisas boas e ruins.

“Amanhã [sábado] enfrentaremos um rival duro, eles lutam e estar em casa os faz ainda mais fortes. Então, temos que levar o jogo para uma situação onde nós nos sintamos confortáveis”, analisou o treinador. “A única coisa que eu tenho na cabeça agora é fazer o time melhor e mais forte. Continuar crescendo, jogo após jogo, e ver as melhoras nos novos jogadores, obviamente”.

O técnico também foi perguntado sobre o VAR. “Com a evolução do VAR e vendo como expulsaram o outro dia a Cristiano Ronaldo, é preciso ter cuidado com que se faz. Pareceu que ele não fez absolutamente nada e termina expulso por uma situação que se reflita no VAR. Agora os árbitros têm mais ajuda quanto ao jogo, intensidade e o que pode passar. Do nosso lugar, temos que fazer a partida que queremos sabendo que será uma partida dura”, disse Simeone.

Posse de bola continuará sendo uma grande discussão no futebol, mas é interessante ver a forma como Simeone pensa para o time dele. Com tudo que ele já fez pelos Colchoneros até aqui, é impossível dizer que ele não sabe o que faz.